Procura-se labradora preta que desapareceu em Mairiporã (SP)


Cármen Guaresemin
carmentg@terra.com.br

A Lara é uma labradora de aproximadamente 10 anos, que foi acolhida por mim há nove anos, pois seus tutores estavam se mudando para um apartamento. Ela é hiperativa, apesar de gordinha.

Acontece que na noite passada ela estourou a cerca da propriedade e sumiu! Moramos na zona rural, a cerca de 10km do centro de Mairiporã. É uma região de mata cerrada, embora haja algumas casas, sítios, chácaras. As buscas começaram por volta das 6 horas da manhã de quinta (28), momento em que foi percebido o seu sumiço, e terminaram por volta das 14h. Embora tívessemos feito uma busca minuciosa na mata e na região habitada, inclusive com outros cães meus farejando, ninguém a viu.

Em vista disso, meu prognóstico não é dos melhores, pois, como ela usa identificação com o nome ela e o meu telefone e ninguém ligou até agora, ou ela está ferida em alguma mata sem poder voltar pra casa (possibilidade remota, porque as buscas foram realmente minuciosas), ou alguém a roubou e não fará contato, ou ela já desativou o seu corpinho e voltou para a pátria espiritual.

De todo modo, embora sabendo que o Pai certamente está cuidando dela esteja ela onde estiver, estou profundamente angustiada por não saber o que aconteceu. Por isso, peço a vocês, que conhecem o meu amor pelos meus animais e por todos os animais do Universo infinito, que enviem suas boas vibrações, sobretudo, para que a Lara possa estar bem, mas para que eu possa desvendar esse mistério.

Peço especialmente ao pessoal da região de Mairiporã que fique atento e que se a vir, por Deus, me avise.

A Lara é preta (com alguns fios brancos, da idade), está gordinha, e usava coleira de metal com uma plaquinha com o nome dela e o meu telefone: (11) 9969-2218.

Nas fotos a Lara está praticando seu esporte predileto: pular na piscina pra pegar a bolinha.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

ABRAÇO ANIMAL

DENÚNCIA

JAPÃO

PRESERVAÇÃO

DESESPERO

CONSOLO

CALIFÓRNIA


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>