Cão sobrevive por 21 dias no mar após terremoto no Japão


A guarda costeira japonesa anunciou neste sábado ter resgatado no mar um cão que estava à deriva sobre parte do teto de uma casa, três semanas depois do terremoto e tsunami que devastou a costa nordeste do Japão.

Foto: AFP

O animal, aparentemente ileso, foi avistado na sexta-feira pela tripulação de um helicóptero, a dois quilômetros de Kesennuma, um porto muito afetado pela catástrofe.

Os guardas tentaram em um primeiro momento resgatar o animal com o envio de um socorrista, mas o animal, assustado com o barulho das hélices, fugiu e saltou sobre outros escombros flutuantes. As autoridades decidiram, então, enviar um barco para rescatar o cão.

Foto: AFP

O animal tinha um colar, mas sem qualquer indicação adicional que permita identificar o tutor.

“O cão é muito doce e parece em bom estado de saúde, disse um oficial da guarda costeira.

Foto: AFP

As autoridades não sabem se o animal passou efetivamente três semanas à deriva ou se chegou a esta situação por outras circunstâncias.

A catástrofe de 11 de março deixou 11.828 mortos e 15.540 desaparecidos, segundo o balanço mais recente.

Veja o vídeo do resgate:

Fonte: AFP


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

ÍNDIA

RESGATE

ASFIXIA

NECROPSIA

SAUDADE

MAUS-TRATOS

FAMINTOS

SAÚDE


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>