Tartaruga que nasceu com duas cabeças é explorada para “prever” resultados de jogos


Foto: Reprodução/IOL Diário

“Madalena” é uma pequena tartaruga eslovaca que nasceu com duas cabeças e cinco patas. A situação desse animal é em tudo semelhante à dos gêmeos siameses, cujos embriões não se separam de forma correta durante a gravidez.

O jornal britânico The Telegraph alerta que um animal com estes problemas até poderia sobreviver na natureza, mas com certa dificuldade.

A pequena,  inocente e graciosa Madalena é ainda uma bebê. Não tem mais de cinco a oito centímetros, mas pode chegar aos 50 centímetros e pesar 45 quilos.

A má notícia é que o animal já está sendo explorado pela ganância humana, assim como foi o polvo Paul, como “vidente esportiva”.

Com informações do IOL Diário

Nota da Redação: Os animais devem ser respeitados como seres livres e sencientes, com direito a viver o que é compatível com a sua natureza. Submetê-los a situações estressantes e alheias ao que lhes é natural configura maus-tratos. Já é tempo disso ser compreendido pela raça humana – de uma vez por todas. Animais não são brinquedos, sofrem como nós humanos. Respeito é bom e deve valer para os seres de todas as espécies.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

COMPAIXÃO

VIOLÊNCIA

PESQUISA

APELO

RECOMEÇO

BARBÁRIE

SEGUNDA CHANCE

INSPIRAÇÃO

DESCARTE IRRESPONSÁVEL

BOA AÇÃO


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>