Aves vivas e mortas são encontradas amontoadas em gaiolas no interior de SP


A Polícia Civil e a Guarda Civil Ambiental apreenderam, ontem, em Santa Bárbara d’Oeste (SP), 28 aves exóticas vivas e oito mortas que eram mantidas em gaiolas e viveiros amontoados em um quarto de uma residência no bairro Mollon.

José Alberto Lúcio, de 40 anos, foi preso acusado de utilizar  animais da fauna silvestre para venda, maus-tratos a animais, desobediência além de posse ilegal de arma, porque foi achado um revólver de calibre 38. “As condições eram precárias”, descreveu o delegado Rômulo Gobbi, do 2º Distrito Policial. Entre os pássaros apreendidos estão oito canários da terra, um canário pita gol, três pombas das raças asa branca e coleira, além de periquitos, papagaio e calopsita.

Oito pássaros – dois canários do reino, calopsita, um pintagol, três coleirinhas e um tico-tico – foram achados mortos em gaiolas. O viveiro clandestino funcionava num quarto de seis metros quadrados na casa de número 589 da Rua do Ouro.

Foi por meio de uma denúncia anônima que policiais civis descobriram o cativeiro dos pássaros. “Quando os investigadores entraram na casa encontraram as gaiolas e viveiros amontoados, um quarto escuro onde havia muita sujeira, mau cheiro e pássaros mortos, alguns em início de estado de decomposição”, disse o delegado.

O morador recebeu voz de prisão. Os policiais acharam o revólver em uma gaveta. Foram apreendidas 156 gaiolas sem pássaros, 22 gaiolas com aves vivas (outros seis pássaros estavam em viveiros), 52 ninhos de madeira além de seis alçapões. “Esses cativeiros estavam deteriorados”, contou Gobbi.

O delegado disse que informações recebidas dão conta que o morador da casa vendia os pássaros. “Ele infringiu a lei ambiental nos artigos 29 e 32”, disse o policial. Lucio foi encaminhado para a cadeia. O delegado disse que os pássaros seriam encaminhados para o Parque Ecológico de Americana. Também foram encontrados na casa dois galos, uma galinha e um cágado.

Fonte: O Liberal


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

INSTINTO

VIDA NA RUA

RESPEITO E AFETO

FINAL FELIZ

TRISTEZA

PUNIÇÃO

MAUS-TRATOS

SEGUNDA CHANCE

CENSURA


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>