Universidade de Washington é acusada de torturar doninhas em laboratórios


Por Camila Arvoredo  (da Redação)

Foto: Reprodução/Animals Change

O Comitê de Médicos por uma Medicina Responsável abriu queixa contra o Departamento de Agricultura dos EUA, explicando que a Universidade de Washington está violando o Ato Federal de Bem-Estar Animal, usando doninhas vivas no seu programa de residência médica. A ONG Animals Change emitiu um alerta à sociedade, pedindo à Universidade de Washington para parar de usar doninhas na residência de pediatria atual.

Na residência de pediatria da Universidade de Washington (UW) tubos de respiração são colocados nas gargantas de doninhas vivas, de modo a ensinar aos estudantes o método de intubação endotraqueal. Este procedimento doloroso é repetido numerosas vezes em cada animal e pode causar danos traqueais e sangramento. Métodos de treinamento não animal já existem, fazendo com que o uso dessa técnica não seja somente cruel, mas completamente desnecessário.

Até então, os responsáveis da UW e de seus administradores ignoraram as queixas para mudar esta prática. A ONG Animals Change lançou um abaixo-assinado, convidando todos os defensores dos animais a pedir que essas escolas parem de realizar esta prática cruel e desnecessária.

Estimuladores médicos como o “Premie HAL” e o “Laerdal’s SimNewB”, os quais foram desenvolvidos em parceria com a Academia Americana de Pediatria, replicam acuradamente as vias respiratórias de bebês recém-nascidos e prematuros. Ambos são ferramentas de treinamento superiores aos métodos usados em animais vivos.

Mais de 85% das residências pediátricas dos EUA não usam animais. Está hora que a UW se junte à maioria. Por favor, peça para a UW substituir o uso de animais no seu programa de residência médica.

Para assinar a petição contra essa violência, acesse aqui.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

AÇÃO SOCIAL

PRECAUÇÃO

ÍNDIA

ESTUDO

ÓRFÃO

ARTIGO

DESACATO


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>