ONG oferece recompensa para quem encontrar assassino que torturou cão num balde com ácido


Por Camila Arvoredo  (da Redação)

(Foto ilustrativa)

Uma organização dos direitos animais está oferecendo uma recompensa de 1.000 libras para quem encontrar a pessoa que matou um cão, colocando a sua cabeça num balde de ácido, afirmou o inglês “Clacton Gazette”.

A tutora Kerry Chambers, de 27 anos, acredita que seu cão, Bronson, foi sequestrado de sua casa em Cox Road, Alresford, antes de ter sido morto.

O falecido Stafforshire bull terrier foi enterrado na sua garagem, após o incidente.

Mãe de quatro filhos, Kerry disse ao jornal que ficou com medo que o ataque ocorrido em dezembro fosse uma ameaça para sua família.

O grupo PETA de direitos animais colocou uma recompensa de 1.000 libras para qualquer um que providencie informações que possam levar à prisão dos assassinos.

A relações-públicas Mimi Bekhechi disse que o Staffordshire bull terrier sofreu injúrias severas em sua face. Os veterinários que examinaram Bronson revelaram que sua cabeça foi submergida num balde contendo ácido.

“Pessoas que abusam de animais são covardes. Eles resolvem suas questões se voltando contra as criaturas mais indefesas disponíveis”, declarou Bekhechi.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

PRESERVAÇÃO

DESESPERO

CONSOLO

CALIFÓRNIA

ANGÚSTIA

COMPANHIA

VIOLÊNCIA INJUSTIFICADA

ASSASSINATO BRUTAL


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>