Operários encontram raposa vivendo em topo de prédio britânico


(Foto: Reprodução/UOL)

Uma raposa foi descoberta vivendo no Shard, o edifício mais alto do Reino Unido, atualmente em construção.

Acredita-se que ela tenha entrado no prédio de 288 metros, situado no sul de Londres, no bairro de London Bridge, pela escadaria central.

O animal foi batizado pela equipe que trabalha na construção como Romeo.

Romeo sobreviveu comendo restos de comida deixados pelos operários trabalhando na construção.

Liberdade

O animal foi capturado e levado para o Riverside Animal Centre, uma organização beneficente para animais, onde foi alimentado e recebeu tratamento.

O diretor da entidade fez até uma piada sobre como foi o processo de tratar a raposa Romeo e colocá-lo em liberdade novamente.

“Nós explicamos para ele que se raposas tivessem sido feitas para viver 72 andares acima do solo, elas teriam recebido asas. Nós acreditamos que ele entendeu o recado”, afirmou o criador do Riverside Animal Centre.

“Quando o soltamos nas ruas [do bairro] de Bermondsey, pouco após meia-noite no domingo, ele olhou em direção ao prédio e foi para a outra direção”, acrescentou.

O Shard será o edifício mais alto da União Europeia, quando for concluído, em 2012.

Fonte: Folha


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

VIDAS PERDIDAS

DEDICAÇÃO

SOFRIMENTO EMOCIONAL

DOÇURA

AÇÃO HUMANA

JAPÃO

FINAL FELIZ

POLUIÇÃO SONORA


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>