Aves, que "brigam" por suas fêmeas, são enganadas numa forma vil de maus-tratos


Dificilmente alguém terá uma resposta sobre as razões que levam o ser humano a enganar um animal, que tem por instinto “brigar” por sua amada, e fazê-lo usar esse mesmo recurso para lutar quase até a morte por nada. Ou melhor, para gerar lucro aos homens.

É mais ou menos isso que o Ibama de Alagoas, junto com agentes da Polícia Ambiental, encontraram no município de Palmeira dos Índios: uma rinha de canários-da-terra. A ação foi para atender a um mandado de busca e apreensão criminal solicitado pelo Grupo Estadual de Combate às Organizações Criminosas de Alagoas (GECOC/Ministério Público Estadual).

Foto: Reprodução/ EPTV

No total, foram apreendidos 141 canários-da-terra, balanças de precisão, planilha de registro das lutas, gaiolas, viajantes e alçapões, bem como também a estrutura de palco montada para a realização desta competição.

“A legislação ambiental prevê, neste caso, as sanções de multa e apreensão conforme os artigos 24 e 29 do Decreto 6.514/08, sendo que os valores variam de R$ 500,00 a R$ 5.000,00 por espécime. A legislação prevê ainda detenção de três meses a um ano e multa conforme os artigos 29 e 32 da Lei 9.605/98”, afirmou Giovanni Pacelli, chefe da Divisão de Proteção Ambiental do Ibama em Alagoas.

Foto: Reprodução/ EPTV

Neste caso, as multas chegaram a um valor total de R$ 352.500,00 (trezentos e cinquenta e dois mil e quinhentos reais), referente à pratica de ato de abuso aos animais.

Para Marius Belluci , responsável do Centro de Triagem de Animais Silvestre do Ibama/AL, “o ser humano aproveita o comportamento natural dos animais que disputam ferrenhamente seu território em defesa de sua fêmea e provocam, num ambiente artificial, as chamadas rinhas, que culminam em ferimentos nos animais, configurando-se, desta forma, os maus-tratos”, explicou.
O Ibama/AL promete intensificará as ações de combate ao tráfico de animais silvestres e aos crimes de abusos e maus-tratos.

Fonte: EPTV


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

AVANÇO

COMPORTAMENTO

'SAVE RALPH'

ÍNDIA

REVOLTA

AÇÃO SOCIAL

MÉXICO


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>