Grupo de jovens ateia fogo em cachorro em Porto Alegre( RS)


Um grupo de pelo menos seis jovens ateou fogo em um cachorro, provocando a morte do animal, na madrugada desta quarta-feira na Rua Jorge Lorenzi, bairro Mário Quintana, em Porto Alegre (RS).

“O animal gritava, e eles batiam nele. Foi uma agressividade horrível — relata uma moradora da região, que preferiu não se identificar por temer represália do grupo.

“Eles se divertiam ao queimar o bicho. Eu pedi para que parassem, mas mandaram eu voltar para casa e não me meter”, conta.

Fonte: Rádio Gaúcha

Nota da Redação: Essa moradora precisa denunciar os autores da crueldade cometida contra o inocente cachorro. Calar-se diante da violência é ser conivente com ela. A sociedadeprecisa se mobilizarpara exigir dos legisladores, punições mais severas para quem comete crimes bárbaros como este. As leis precisam mudar e a sociedade precisa terparticipação efetiva nessse processo. Esses jovens crueis precisam ir para cadeia, mas infelizmente não temos leis para isso. E cada dia que passa a violência contraanimais aumenta mais em cidades como Porto Alegre. Onde estão as autoridades?


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

DESUMANIDADE

AGRESSÃO BRUTAL

INDÚSTRIA CRUEL

ECONOMIA

AMEAÇA DE EXTINÇÃO

ACIDENTE

CRUELDADE


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>