Apreensão de animais silvestres vítimas do tráfico aumentou em 2010


O número de animais silvestres apreendidos pela Polícia Ambiental nas regiões de Ribeirão Preto e de Campinas (SP) cresceu em 51,7% em 2010. Segundo a polícia ambiental, foram 440 animais encontrados ano passado contra 290 em 2009. Duas importantes rodovias das regiões, a Anhanguera e Washington Luís, são consideradas rotas para o tráfico de animais silvestres, inclusive para o exterior.

Para a polícia, porém, o aumento não resulta da maior captura de espécimes selvagens, mas sim da atuação mais eficaz dos meios de combate ao crime. “Devido a um reforço no policiamento e autuações desse crime, os números apresentaram esse aumento. Mas não acho que há mais crime. O que está havendo é mais punição, o que é bom”, diz o comandante da Polícia Ambiental, tenente Leandro Oliveira.

Além da Polícia Ambiental, o Instituto Brasileiro de Meio Ambiente (Ibama) também tem fechado o cerco contra a venda de aves silvestres. No fim do ano passado, começaram a valer as novas regras para criação amadora.

Fonte: DCI


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

MAUS-TRATOS

PROTEÇÃO ANIMAL

INESPERADO

ASCENSÃO

GRATIDÃO

INDEFESAS


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>