Dois ativistas da Frente de Libertação Animal são soltos da prisão


Por Giovanna Chinellato  (da Redação)

Jonatahn Paul e Alex Hall cumpriram suas penas
por libertar animais e foram soltos da prisão
.

Jonatahn Paul foi condenado a quatro anos na prisão por atear fogo ao Cavel West, um matadouro de cavalos. O incêndio de 1997 em Redmond, Oregon, destruiu o prédio e fez o matadouro fechar permanentemente.

Matadouro de cavalos Castle West após o incêndio de 1997 (Foto: Reprodução/ Voice of the Voiceless)

Como parte de um acordo judicial, Jonatahn Paul também admitiu ter participado de outras ações da ALF, desde 1980, incluindo a invasão à universidade Loma Linda (1988) e a grande libertação de 1989, na universidade do Arizona, em que mil animais foram soltos.

O site Voice of the Voiceless informou também que Alex Hall ficou 21 meses na prisão por libertar 650 minks de uma fazenda de peles em Utah e também já está em liberdade.

Agora, de todos os ativistas presos por libertar animais nos EUA, apenas dois continuam atrás das grades: Kevin Kjonaas e Walter Edmund Bond.



Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

INSPIRAÇÃO

CONSCIENTIZAÇÃO

CONSCIENTIZAÇÃO

SOLIDARIEDADE


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>