Mamífero é filmado pela primeira vez estridulando


Trata-se de um mecanismo de comunicação utilizado por insetos, como os grilos, e também pelas víboras, que consiste em friccionar duas partes do corpo para produzir um som. O mamífero Hemicentetes semispinosus é o único da classe que apresneta este comportamento.

Os mamíferos de Madagáscar são únicos por terem tido uma evolução isolados. A família “Tenrecidae” cujos membros são vulgarmente conhecidos como “Tenrec” em inglês, constitui um bom exemplo por ser espécie endêmica na ilha, isto é, só podem ser encontrados em Madagáscar.

Entre os tenrecs, há uma espécie que se destaca por ser o único mamífero que utiliza um mecanismo de comunicação denominado “estridulação”.

O Hemicentetes semispinosus, tem uma morfologia peculiar, parecendo o resultado de um cruzamento entre um ouriço-cacheiro, pois têm o corpo coberto por cerdas, também denominadas espinhos – e um musaranho – possui um focinho alongado, alimentando-se de invertebrados.

O mamífero comunica normalmente através de estalidos que produz com a língua. Há quem defenda que os ultrassons assim produzidos, também permitem à espécie ter percepção do meio, através de ecolocação, como acontece com os morcegos e os golfinhos.

No entanto, nos anos 1960 descobriu-se que esta espécie também produz som fazendo roçar umas cerdas especiais das costas, i.e., estridula. O comportamento peculiar foi filmado pela primeira vez recentemente durante a  produção de um documentário da BBC sobre Madagáscar.

Fonte: Naturlink


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

SEGUNDA CHANCE

MAUS-TRATOS

CENSURA

DESPERTAR

PROTEÇÃO

HOLOCAUSTO


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>