Cerca de 1.700 gansos selvagens foram eliminados dos arredores de aeroportos de Nova York


Cerca de 1.700 gansos selvagens foram eliminados dos arredores dos aeroportos de Nova York para reduzir os riscos de acidentes aéreos, anunciaram as autoridades.

Segundo um informe do departamento de Agricultura divulgado nesta semana, a matança dos animais ocorreu em terrenos fiscais em um raio de oito quilômetros ao redor dos aeroportos de Kennedy e La Guardia.

Em janeiro de 2009, um Airbus pousou sobre o rio Hudson (que passa por Nova York), após um grupo de gansos selvagens entrar em suas duas turbinas.

Estima-se que entre 15 e 20 mil gansos selvagens vivem na região metropolitana de Nova York, cerca de cinco vezes mais que o considerado aceitável pelos especialistas.

A morte com gás das aves erradicou 89% das que vivem nas imediações dos dois aeroportos, segundo o informe.

“A abundância crescente destas aves de entre três e cinco quilos em zonas urbanas e suburbanas constitui uma ameaça para a segurança aérea civil e militar”, diz o relatório.

Fonte: AFP

Nota da Redação: Mais uma vez a relação se inverte e os animais, não bastassem ser vítimas, ainda são responsabilizados e exterminados. A solução absolutamente cruel e inescrupulosa visa apenas salvar as aeronaves de acidentes. A vida das aves é completamente negligenciada e aniquilada para o “bem da humanidade”. Infelizmente o homem não destina seu imenso desenvolvimento tecnológico para preservar os animais.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

COMPAIXÃO

VIOLÊNCIA

PESQUISA

APELO

RECOMEÇO

BARBÁRIE

SEGUNDA CHANCE

INSPIRAÇÃO

DESCARTE IRRESPONSÁVEL

BOA AÇÃO


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>