SOS Fauna pede ajuda para continuar a combater o tráfico de animais silvestres


SOS Fauna
sosfauna@uol.com.br

Os últimos 18 meses, face aos 21 anos de vivência que temos com trabalhos focados à problemática do tráfico de animais silvestres no Brasil, foi de ampla e total estagnação, pois em virtude de um Decreto Estadual Paulista, de 2009, grande parte das autoridades paulista que trabalhavam de forma veemente na repressão ao problema, praticamente, por força de Lei, foram obrigadas a parar suas atividades.

Mas 2011, ao contrário do final de 2009 e de todo o ano de 2010, promete ações de excelência no combate ao tráfico, bem como na reintegração de animais em vida livre, solturas realizadas com máximo de cuidado.

Começamos 2011 com carências, absolutamente necessárias às atividades do dia a dia, o número de tucanos mantidos em cativeiro e sendo preparados para soltura é alto, bem como a preparação dos quase 70 papagaios que este ano seguem rumo à liberdade, em Mato Grosso do Sul.

Estamos necessitando muito de colaborações, sejam elas em materiais necessários, voluntariado ou financeira no sentido de aquisição de itens necessários no dia a dia.

Foi simplesmente maravilhosa a mobilização da proteção animal em relação aos animais atingidos pelos problemas climáticos na região serrana do Rio de Janeiro, esperamos também poder contar com auxílios, por mínimos que sejam, também nesta seara, muita vezes esquecida, porém de suma importância. O destino de animais silvestres apreendidos, sempre é mais um problema do tráfico, e a prioridade é soltura, embora já se cogitem outros procedimentos que somos radicalmente contrários.

Necessitamos e vejam se podem colaborar:

1. Ração para tucanos da ALCON, MEGAZOO ou da NEOTRÓPICA, disponível na COBASI ou PET CENTER MARGINAL, custa cerca de R$ 15,00 um pacote de 500 gramas, gastamos um pacote a cada dois dias.

2. Luvas de procedimento e máscaras descartáveis com elástico, cada caixa com 50 pares (100 luvas) custa em média R$ 15,00, e as máscaras cerca de R$ 12,00 a caixa com 100 unidades, em São Paulo, o melhor local para se adquirir é no entorno do Hospital São Paulo, em Vila Mariana.

3. Com toda URGÊNCIA DO MUNDO, estamos precisando, para a reforma de um recinto de papagaios e construção de outros, cerca de 300 pontaletes de eucalipto, cada estaca (pontalete) custa em média R$ 3,00.

4. Voluntário para busca, a cada nove/dez dias, de frutas no CEASA para os animais. É preciso ter veículo grande (camionete), pois com pequeno não há mais como subir nossa rua, ou uma KOMBI, ou algo semelhante, e ainda se quiser, auxiliar no pagamento de um frete, pois face à inclinação do terreno e ao relaxo da Prefeitura local na manutenção, subir nossa rua, uma das últimas da estrada, tornou-se uma operação de guerra.

5. Geladeira (USADA), TV 14” função monitor (USADA) e PC (USADO). Necessitamos com URGÊNCIA MÁXIMA destes três itens. Geladeiras, nossas duas atuais estão com problemas, está difícil para guardar frutas. A TV monitor é para nosso sistema de segurança, que estamos aperfeiçoando, também pode ser de 20”, contando que tenha entrada A/V, já o PC, de repente você está encostando o seu pois pode comprar um muito melhor, pois necessitamos de três máquinas, usadas, em razoável estado, para múltiplas funções.

6. Tela, rolo, ½”, para recinto, areia para manutenção de recinto, cal para limpeza e higienização de recinto e mangueiras para múltiplas funções.

7. Castanha-do-pará, passas e muito milho verde em espiga, face ao elevado número de psitacídeos. Nossa necessidade destes três itens é muito grande, nosso consumo em milho verde está chegando a um saco e meio por dia, cada saco custa em média de R$ 15,00 à R$ 20,00.

No que puderem auxiliar, colaborar, fazer algo, agradecemos. Caso queira, você também pode fazer sua colaboração através da conta corrente da SOS Fauna:

Banco Itaú S/A – Agência 0196 – Conta Corrente nº 60.720-4 – CNPJ para casos de DOC: 03.884.927/0001-20 – para crédito de:

SOS FAUNA – ÓRGÃO DE DEFESA DA FAUNA E FLORA BRASILEIRA

Os animais que estão aqui, agradecem, a Natureza agradece, nós agradecemos! No último pedido, em 27 de janeiro de 2011, de mais de 2 mil e-mails enviados, não obtivemos nem 0,2% de retorno em colaborações, vamos tentar mais uma vez a sorte.

Marcelo Pavlenco Rocha – Presidente SOS Fauna


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

AGRESSÃO BRUTAL

INDÚSTRIA CRUEL

ECONOMIA

AMEAÇA DE EXTINÇÃO

ACIDENTE

CRUELDADE

TECNOLOGIA


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>