Resgatados da Região Serrana do Rio ainda precisam de ajuda


Fausto Cesare
fausto.cesare@ge.com

Este cãozinho foi resgatado agora à noite juntamente com outros quatro pelo Paulo aqui em Teresópolis (RJ). Ele estava em estado de choque porque deve ter ficado dias e dias soterrado na lama.

Estava sendo comido vivo devido à quantidade de bicheiras. Ele é de uma docilidade impressionante, resistiu ao sofrimento extremo com uma dignidade de fazer inveja a qualquer ser humano.

ATENÇÃO – RJ, Itaipava – Atendimento aos animais

Sua ajuda é muito importante tanto para conseguirmos lares para esses maravilhosos cães como para ajuda finaceira ou ração.

Estamos, no momento, nos concentrando em alguns animais, vítimas das enchentes, que estão precisando de cuidados especiais.

Billy

Pitbull BILLY – o cão, de 11 anos de idade, pertence a uma senhora que perdeu a casa no Vale do Cuiabá. Ela foi levada para um dos abrigos instalados em igrejas e levou o cão com ela. O animal, que vive com ela desde que era filhote, ficou preso à lama por muito tempo. Quando nós o vimos pela primeira vez (no dia do banho) ele estava acorrentado em cima de uma laje e sua tutora, por já ter uma certa idade e ter problemas nos joelhos, não conseguia chegar até ele.

O cão andava tristonho e, aparentemente, deprimido. Fizemos uma verificação da área ocupada pela igreja e identificamos um corredor, em um nível mais baixo, onde ele poderia ficar e onde sua tutora poderia cuidar dele pessoalmente. Limpamos uma bicheira que havia em uma de suas patas traseiras, foi aplicado um antibiótico, mas notamos que ele tinha uma ronqueira muito forte e alguma dificuldade para respirar. Num primeiro momento pensamos que ele podia ter problemas de coração.

Como já estávamos com um cão na carroceria da caminhonete, não pudemos levá-lo conosco naquele momento.  Esta semana, voltamos ao abrigo e o pegamos para levá-lo para uma consulta médica. Após uma bateria de exames minuciosos, foi diagnosticada uma traqueíte bacteriana. Provavelmente no início da semana ele será devolvido à sua tutora, acompanhado dos medicamentos que deverá tomar para debelar essa infecção.

Chico

CHICO – um dos mais frágeis cães dentro do grupo que foi levado para o CIEP. Nós o tiramos de lá logo no dia seguinte de sua chegada, pois havia o risco de morte, já que os animais estavam altamente estressados e agressivo. Ele ficou internado por uns dias, fez uma bateria de exames e já foi adotado. A Adoção será monitorada por nós, já que, acreditamos que agora diversos outros problemas poderão ocorrer, consequência da exposição à água e lama contaminadas.

MAX – cão recolhido em Madame Machado, comunidade também atingida pelas enchentes. Inicialmente, pensou-se que tinha uma fratura no pênis, mas depois de um exame mais apurado foi constatado um tumor em estágio bastante avançado. Assim mesmo, tentamos iniciar a quimioterapia mas, infelizmente, dias após a primeira aplicação, ele não resistiu e faleceu.

Moisés

MOISÉS – cão resgatado pelos bombeiros e que nos foi entregue no dia dos banhos (dia 20/01). Vem realizando todos os exames e, aparentemente, está bem. Já estamos divulgando para adoção. Essa é a foto da criança no dia do seu resgate.

Cuiabá

CUIABÁ – cãozinho retirado de um dos abrigos, logo no início de nossas incursões. Estava extremamente magro e anêmico, além de ter muitos bernes espalhados pelo corpo. Também fizemos diversos exames e, como ele vinha reagindo muito bem à alimentação reforçada que vinha recebendo, descartamos a necessidade de uma transfusão de sangue. Ele está muito bem e já estamos divulgando também buscando um novo tutor para ele.

Frida

FRIDA – Sofreu uma forte pancada durante a enchente e precisou ser operada. Está imobilizada e precisamos de um lar provisório (ou definitivo) onde ela possa ficar dentro de um espaço limitado para poupá-la de esforços por um tempo. Vejam a foto. É uma mestiça de husky e tem ótimo temperamento. Caso alguém possa ajudar cedendo esse espaço ou adotando a menina, será muito bom.

Já temos adotante para uma outra garota de um dos abrigos. A tutora já nos autorizou a pegá-la e devemos fazê-lo em breve. Será encaminhada para castração e depois seguirá para seu novo lar.

BIÁ – filhote de passarinho recolhido no Cuiabá no último dia 20.  Está sendo alimentado com papinhas e ainda não sabemos, com certeza, de que espécie ele é. Só sabemos que é muito comilão.

Pedimos que, havendo a possibilidade de doações, elas se concentrem em ração ou em espécie, através de depósito na conta da AnimaVida. No momento não estamos precisando mais de medicamentos. Acreditamos que, em breve, as doações deverão rarear e nosso trabalho dentro das regiões atingidas pelas enchentes vai continuar, avaliando a situação dos animais.

Passadas as maiores urgências, teremos agora que ajudar na manutenção dos animais com alimentos (ração), enquanto seus tutores reorganizam suas vidas. Além disso, as consequências do contato com água e lama contaminados começarão a surgir agora, como foi o caso do pitbull Billy.

As doações em ração poderão ser deixadas na loja ARMAZÉM DO GEMMAL, na Estrada União e Indústria, 10733 (em frente à Cerâmica Luiz Salvador- RJ). As doações em dinheiro poderão ser feitas na conta que a AnimaVida mantém no Bradesco, agência 3403, conta 41745-9. Caso necessitem, nosso CNPJ é 05.855.112/0001-48

Contato: Ana Cristina de C. Ribeiro – Presidente AnimaVida – (24) 2222.2085


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

DESMATAMENTO

BARBÁRIE

PRESSÃO INTERNACIONAL

INVOLUÇÃO

UNIÃO

PREVENÇÃO


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>