Problemas locomotores nos animais têm solução


“Patas, para que te quero?”. Correr, brincar, andar… nossos animais se mexem para tudo. Problemas que envolvem o sistema locomotor, como hérnias de disco, displasia coxo-femoral e do cotovelo, luxações, artroses e paralisias, podem diminuir essas disposição para fazer arte.

Cão realizando exercícios de fisioterapia. Foto: sem crédito

Muitas clínicas veterinárias já dispõem de várias técnicas fisioterápicas, como laser, ultrassom, corrente russa, hidroterapia e mobilizações articulares, dentre outras, para resolver esse problema. E mais: associar acupuntura a esses tratamentos faz com que o paciente responda mais rápido ao tratamento, diminuindo consideravelmente o tempo de reabilitação.

“Alguns animais chegam desacreditados, com muitas dores e impossibilitados de andar ou de interagir com o seu tutor. A partir do terceiro dia de tratamento, podemos observar a melhora do quadro clínico e a alegria do paciente”, explica o veterinário Max Freire: “A fisioterapia veterinária deixou de ser uma terapia alternativa, se tornando necessária para a prevenção e a cura de enfermidades do aparelho locomotor”.

É importante o animal ser avaliado por um profissional habilitado, pois, mesmo parecendo inofensivas, algumas técnicas, quando mal aplicadas ou utilizadas no momento inadequado da recuperação, podem causar lesões ainda maiores, retardando a recuperação do animal e causando deformidades irreversíveis.

Fonte: Mogi News


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

CALIFÓRNIA

ANGÚSTIA

COMPANHIA

VIOLÊNCIA INJUSTIFICADA

ASSASSINATO BRUTAL

EXEMPLO

AGROPECUÁRIA

POVOS ORIGINÁRIOS

FINAL FELIZ


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>