Mais de 360 animais estão à espera de um lar em Maringá (PR)



No CCZ, animais mais antigos são mortos para abertura de vagas (Foto: Ricardo Lopes)

Maringá tem ao menos 365 animais para adoção, a maioria cães, acolhidos em organizações não governamentais e no Centro de Controle de Zoonoses (CCZ). Só as três ONGs da cidade têm 335 bichos à espera de um lar.

No CCZ há 30 cães – 11 adultos e 19 filhotes. Antes de serem doados, os animais são castrados. A Associação de Proteção aos Animais de Rua (Aparu) consegue doar até cinco cães por mês.

A ONG Anjos dos Animais promove feiras de adoção aos sábados e já chegou a doar 100 animais em 30 dias. A Sociedade Protetora dos Animais (Spam) abriga 110 animais, a maioria cachorros. Quem adota um cão junto à Spam, que tem parceria com a Pedigree, recebe um kit com ração, patês, prato e bolinha.

O CCZ informa que consegue tutores para 70% dos animais abrigados na entidade. Os demais são eutanasiados, mesmo saudáveis. “Nosso espaço é pequeno e quando precisamos abrir vagas para receber mais cães, os mais antigos, infelizmente, são eutanasiados”, lamenta o oficial de controle animal, Alexandre Aparecido Pinto.

Fonte: odiario.com


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

AVANÇO

COMPORTAMENTO

'SAVE RALPH'

ÍNDIA

REVOLTA

AÇÃO SOCIAL

MÉXICO


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>