Muitos animais perdidos e soterrados na Região Serrana do RJ


Equipes e voluntários buscam vítimas em Teresópolis; coelho é encontrado nos escombros. Foto: Hudson Corrêa/Folhapress
As chuvas que atingiram a região de Itaipava e arredores na madrugada da última quarta-feira deixaram um cenário devastador e causaram mortes, inclusive de animais que não tiveram como se defender da enxurrada e dos deslizamentos de terra. No Vale do Cuiabá, área bastante afetada, cerca de sete cães foram soterrados por uma barreira que atingiu o sítio de voluntários da ong Gapa-ma.

A vice-presidente do grupo, Rosemary Hissa, pede que as pessoas ajudem os animais que estiverem vagando pelas ruas, dando banho para evitar doenças, alimento, água limpa e, se possível, abrigando-os e procurando por seus tutores.

Vera Amado e Regina Pereira davam lar temporário aos animais que foram soterrados e presenciaram a tragédia sem poder evitá-la. Também haviam filhotes de cães e gatos, 5 e 6, respectivamente, que estavam dentro da casa e foram salvos. Até a tarde de ontem os esforços estavam concentrados no resgate destes e de outros bichos, bem como na identificação de outras situações emergenciais.

O presidente do Gapa-ma, Carlos Eduardo Pereira, lamenta o fato de que no sítio havia outros animais, como cavalos, galinhas e patos, que se perderam ou não resistiram à enchente. Rosemary conta que “o barulho era muito forte, como se estivessem caindo baldes d’água. Agora vamos percorrer alguns locais para avaliar os casos. Estamos preocupados com os cães comunitários, que recebem cuidados, mas moram na rua”.

A orientação para quem perdeu seu animal por conta da chuva é divulgar fotos e informações sobre o animal espalhando cartazes, e-mails e solicitando anúncios em rádios da região. É possível entrar em contato com o grupo pelo telefone 21 2222-8419 através do atendimento eletrônico.

Fonte: e-tribuna.com.br


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

COMPANHIA

VIOLÊNCIA INJUSTIFICADA

ASSASSINATO BRUTAL

EXEMPLO

AGROPECUÁRIA

POVOS ORIGINÁRIOS

FINAL FELIZ

DOR E SOFRIMENTO

DESUMANIDADE


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>