Gatos ficam doentes quando se altera sua rotina, conclui estudo


(Foto: Wikipedia Commons)

Como animais de hábitos que são, os gatos podem ficar doentes quando há uma mudança nos seus hábitos, conclui um estudo da Universidade de Ohio, nos Estados Unidos, divulgado pelo Discovery News. A mesma investigação demonstrou que os gatos que sofrem de cistite interticial (uma inflamação dolorosa da bexiga) podem melhorar bastante a partir do momento em que os tutores estabelecem uma rotina.

Investigadores daquela universidade americana descobriram que tanto os gatos saudáveis como aqueles que padecem de doenças crÔnicas têm sintomas de doença, como vomitar, tossir ou cuspir bolas de pelo, ou mesmo defecar fora do local habitual, quando as suas rotinas diárias são interrompidas, pode ler-se no estudo publicado no Journal of the American Veterinary Medical Association.

Durante a investigação, os cientistas verificaram que tanto os gatos saudáveis como os doentes apresentam três vezes mais de sintomas deste gênero na sequência de mudanças nos hábitos, como alteração nos horários em que são alimentados ou o fato de ficarem privados do seu tempo de brincadeira.

“Para os médicos veterinários, quando um gato deixa de comer ou de utilizar a caixa de areia ou cospe bolas de pelos, há que ter também em conta o ambiente em que ele está vivendo”, sublinha Tony Buffington, o coordenador deste estudo.

Fonte: Os Bichos


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

CATIVO EM ZOO

CRIME AMBIENTAL

RESPONSABILIZAÇÃO

ABERRAÇÃO LEGISLATIVA

ESCRAVIDÃO

EXEMPLO

CICLOVIA RIO PINHEIROS

ESTRESSE


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>