Mais uma jiboia aparece em zona urbana de Bauru (SP)


Mais uma jiboia foi encontrada em Bauru (SP), desta vez no Núcleo Gasparini. Em menos de um mês, essa é a terceira aparição da espécie que é conhecida como “jiboia do cerrado”. A cobra, que foi encontrada no meio da quadra 1 da rua das Secretarias por volta das 9h de ontem (4), foi recolhida pelo Corpo de Bombeiros e posteriormente devolvida ao seu habitat natural na região da mata do Zoológico Municipal.

No último dia 18 de dezembro, um animal da mesma espécie foi achado na Pousada da Esperança e no dia 22 do mesmo mês, outro foi recolhido na Vila São Paulo. Ambos os bairros são próximos do Núcleo Gasparini. A jiboia se alimenta especialmente de roedores, não é venenosa e não tem força para machucar um ser humano, explica Gerson Rodrigues, biólogo do Zoológico Municipal de Bauru há 12 anos.

Segundo o Corpo de Bombeiros não são as chuvas que causam o aparecimento desses animais na zona urbana. “É cada vez mais frequente esse tipo de ocorrência. Capturamos cobras, lagartos e gambás o ano todo. Entre as espécies de cobras, já encontramos jiboias, cascavel e jaracuçu”, acrescenta o sargento PM, Valdeci Américo Pereira.

O lixo acumulado é um atrativo para as cobras. Isso porque o material atrai roedores, que são alimento para espécies como a jiboia, avalia Álvaro de Brito, coordenador da Defesa Civil de Bauru. Para evitar problemas com esses répteis, o biólogo Gerson Rodrigues deixa um alerta.

“Esses animais não devem ser feridos ou presos sem o auxílio de órgãos responsáveis como o Corpo de Bombeiros, Polícia Ambiental ou Ibama. O próprio Zoológico Municipal oferece uma vez por ano cursos práticos para habilitar os profissionais que trabalham com esse tipo de ocorrência”.

Desmatamento e crescimento acelerado do município são as principais causas do aparecimento desses animais em áreas urbanas.

Fonte: JCNET


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

SUSTENTABILIDADE

NEGLIGÊNCIA

SOFRIMENTO

PORTO ALEGRE (RS)

INSENSIBILIDADE

GOIÂNIA (GO)

MÉXICO

ACIDENTE

AMOR


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>