Comercial da PETA com Pamela Anderson é considerado 'picante demais' em Hong Kong


Imagem de televisão mostra propaganda da PETA estrelada por Pamela Anderson. (Foto: Reprodução/ AFP)

Uma campanha pelos direitos dos animais estrelada pela atriz Pamela Anderson, que já havia sido banida de alguns aeroportos nos Estados Unidos, foi considerada picante demais para Hong Kong, um dos mais movimentados terminais aéreos da Ásia.

A campanha, cujo slogan é “A crueldade não voa”, mostra a estrela de “SOS Malibu” vestida como uma fiscal de segurança do aeroporto, revistando passageiros e retirando qualquer peça de vestuário que contenha couro e pele de animais.

Um casal nu, visto de costas, também aparece no vídeo do comercial, criado pela organização Pessoas pelo Tratamento Ético dos Animais (PETA, na sigla em inglês).

O comercial já havia sido proibido nos aeroportos de Nova York e Boston, mas a PETA agora quer tentar veiculá-lo em Tóquio, Seul e Sydney.

Fonte: AFP


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

CALIFÓRNIA

ANGÚSTIA

COMPANHIA

VIOLÊNCIA INJUSTIFICADA

ASSASSINATO BRUTAL

EXEMPLO

AGROPECUÁRIA

POVOS ORIGINÁRIOS

FINAL FELIZ


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>