Mulher usava cão para roubar adolescentes


Diário de Notícias
ladykape@hotmail.com

Uma mulher, alta e musculosa, foi detida pela GNR depois de roubar e agredir duas menores junto a um centro comercial, em Albufeira, Portugal. Já no interior do posto do destacamento de Albufeira, a suspeita de 30 anos voltou a fazer uso dos atributos físicos para agredir ainda quatro militares.

Na altura da detenção, por volta das 22h de terça-feira, a mulher fazia-se acompanhar por um cão que também seguiu para as instalações da guarda. Inicialmente os militares suspeitaram tratar–se de um pitbull, mas, a meio da tarde de ontem, o veterinário municipal de Albufeira indicou tratar–se de um animal que não é de raça pura, nem considerado perigoso.

A mulher foi detida depois de “duas amigas das vítimas terem alertado uma patrulha da GNR . Não demorou muito até que a suspeita tivesse sido apanhada com os telemóveis acabados de roubar”, explicou ao DN o tenente-coronel Vítor Calado. No centro comercial Vila Nova, na altura do roubo, “o cão ladrava em direção às vítimas de uma forma bastante agressiva deixando-as bastante assustadas”, o que leva as autoridades a acreditarem que a mulher utilizava o animal para intimidar quem queria assaltar e assim dissuadir qualquer tentativa de resistência. A mulher não aceitou a detenção e recorreu à força e a insultos para tentar escapar aos guardas.

Foram precisos três elementos do corpo de intervenção da GNR para controlarem a arguida e levarem-na a tribunal. Apesar de já estar referenciada por furtos por esticão, ficou em liberdade.”


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

LEALDADE

COMPROMISSO

ESPECIAL

MAUS-TRATOS

FELICIDADE

TRATAMENTO MÉDICO


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>