Cão abandonado é encontrado com sinais de maus-tratos por bombeiros, em Uberaba (MG)


Dois integrantes do Corpo de Bombeiros encontraram um cão abandonado, com fortes evidências de maus-tratos de seu suposto tutor.

“Durante nosso treinamento rotineiro de cães nas mediações da Univerdecidade, nos deparamos com uma situação atípica. Uma pessoa ao entrar em uma construção encontrou um animal abandonado, possivelmente há vários dias, e em estado lastimável. O cão foi encontrado com vida, juntamente com um pouco de ração e água, porém não se movimentava e seu estado era gravíssimo com enorme quantidade de bichos, como larvas. A cena interrompeu nosso treinamento, pois um animal semelhante a esse, é treinado por nós, para salvar vidas humanas e até mesmo sacrificar sua própria vida para esse fim, em contrapartida o homem é capaz de tamanha crueldade”, desabafa o integrante do 8° Batalhão do Bombeiros Militar, Giovane.

A integrante do grupo Amigos da Sociedade Uberabense de Proteção aos Animais (Supra), Rita Andrade, ressalta que um caso como esse é de extrema gravidade, pois além dos maus-tratos que o cão sofria há bastante tempo, o animal ainda foi abandonado para morrer longe de seus algozes.

“Nós do grupo de apoio, a Supra, gostaríamos de expor esse caso para a população uberabense, a fim de sensibilizar as pessoas para o assunto ‘maus tratos com animais’. É um tema que choca muito as pessoas e precisa ser tratado com seriedade pelo poder público”.

Andrade salienta que o país não terá uma sociedade respeitável se não mudar essa realidade de crueldade com animais. “As leis já existem e precisam ser difundidas e aplicadas. Nesse caso, em especial, queremos levantar a importância da chipagem, pois se nossos animais já contassem com esse recurso, o tutor deste pobre cão estaria preso agora. O animal em questão, depois de tanto sofrimento, teve a sorte de ter um final digno graças aos bombeiros Eduardo e Giovane que o encontraram”.

A presidente da Supra, Denise de Stefani Max, acrescenta que as pessoas não podem deixar de denunciar casos de maus-tratos à polícia. “O acusado de maus-tratos, assim que a PM ou a Polícia Ambiental é acionada, deve ser conduzido à delegacia, onde o Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) será registrado”, explica o capitão José Luiz da Costa, da 5ª Companhia de Meio Ambiente e Trânsito Rodoviário.

Para denúncias, as pessoas devem entrar em contato pelo telefone 198 ou 3317-8900.

Fonte: Jornal de Uberaba


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

ALEGRIA

VÍTIMAS DA CAÇA

MAUS-TRATOS

RECONHECIMENTO

PRESERVAÇÃO

VAQUINHA ON-LINE

FINAL FELIZ

LEALDADE


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>