Estudante universitário recebe prêmio da Peta por fazer a diferença


Quando Jared Misner da Universidade da Flórida descobriu que a associação de ex-alunos estava oferecendo ingressos com desconto para o circo Ringling Bros and Barnum & Bailey, que já foi alvo de investigações da PETA, ele se encontrou com os líderes da associação. Depois de mostrar a eles os vídeos da PETA, que revelam atos extremamente crueis contra os animais em sessões de treino à base do medo, o grupo se convenceu a nunca mais promover o circo.

As investigações da PETA mostravam elefantes sendo levados para longe de suas mães, forçados contra o chão para contê-los, espancá-los com ganchos de metal e golpeando-os com bastões de choque.

Graças a Jared, algumas cadeiras estarão vazias no Ringling. Por esse feito, ele receberá o prêmio One Can Make a Difference (Um pode fazer a diferença) da PETA, que lembra: “nunca hesite em falar contra abusos, você pode ser a única voz a salvar a vida de um animal.”

Fonte: The PETA Files


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

HONG KONG

AFETO

MAUS-TRATOS


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>