Cães da ‘Feirinha’, em Atibaia (SP), precisam de um novo lar até dia 30 em Atibaia (SP)


‘Dez cães abandonados e o fim da Feira Permanente’. Não se trata do título de um filme, mas da triste realidade dos animais que não tem para onde ir.
Cadela com problemas de ouvido

Até o dia 30 de dezembro, quando a Feirinha fechará as portas definitivamente, os bichos continuarão a receber todo o carinho da dona Luzia  que acolhe e cuida desses cães. Depois desta data, o destino dos animais é incerto e eles poderão voltar às ruas, caso não encontrem um novo lar.

“É muito triste, né?”, lamenta dona Luzia ao observar seus protegidos. “Não vou transferir a loja para outro lugar. Vou fechar de vez”, contou com os olhos marejados.

Dos dez cães que a comerciante ainda mantém em um pequeno e limpo canil naquele local, pelo menos oito deles tem algum problema de saúde.

“Outro dia jogaram três filhotes aqui. Estavam em situação precária por causa da sarna”, contou. “Estão sendo tratados com remédios e injeções. Já estão bem melhores do que quando chegaram”, explicou dona Luzia.

A cadela branca tem uma doença no ouvido e ‘Gorda’, uma simpática vira-latas que mora no local há 4 anos, sofre de sarna-negra. “Todos eles precisam de um novo lar. Não tenho como levá-los para casa. Não tem espaço”, diz a comerciante. “Eu sei que ninguém vai querer adotar a Gorda, ela é doente e já é adulta. Mas vamos ver se uma amiga minha fica com ela”, disse.

Dona Luzia com Gorda

Quem quiser adotar um desses bichinhos pode ir direto à Feirinha, na entrada de Atibaia no box da dona Luzia.

Fonte: Atibaia News


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

AMOR

ASFIXIA

ATO DE AMOR

GENEROSIDADE

MOÇAMBIQUE

ÍNDIA

MINAS GERAIS

ESTUDO

CONSUMO CONSCIENTE


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>