Cegonhas perdem ninho em fábrica de Portugal


(Foto: Reprodução/Correio da Manhã)

Uma comunidade com cerca de uma dezena de cegonhas existente há vários anos numa fábrica de descasque de arroz em Alvalade-Sado, Santiago do Cacém (Portugal), vai ser destruída devido ao desmantelamento da antiga unidade, agora em ruínas. Apesar de os proprietários estarem a atuando na legalidade, algumas vozes criticam a retirada dos ninhos.

Desativada há vários anos, a antiga Orisul, onde se encontram os ninhos, chegou a empregar dezenas de trabalhadores. Alguns habitantes e entidades defendem “a preservação da comunidade”, mas, apurou o CM, a remoção foi autorizada pelo Instituto de Conservação da Natureza e Biodiversidade (ICNB).

Os proprietários estão desmontando a fábrica assim como “os silos, onde se encontram os ninhos das cegonhas, que estão em risco de ruir”, explicou fonte da Junta de Freguesia de Alvalade. Contactado pelo CM, Dário Cardador, do núcleo do Litoral Alentejano da Quercus, garantiu que “nesta altura do ano, em que as cegonhas ainda não têm crias, é permitido retirar os ninhos por meio de um pedido ao ICNB”. No entanto, o ambientalista defende que o instituto deveria “colocar novas plataformas em quantidade semelhante para que as aves possam nidificar em locais próprios”. O CM tentou falar com os proprietários da fábrica, mas não obteve resposta.

Fonte: Correio da Manhã


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

TAILÂNDIA

ESTUPIDEZ HUMANA

POLUIÇÃO

AUSTRÁLIA

ÓRFÃO

MALDADE


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>