Centro de Recuperação recebe 21 pinguins vindos da Bahia


Animais foram encaminhados ao Centro de Recuperação para que sejam reconduzidos ao mar. (Foto: Fábio Dutra)

O Centro de Recuperação de Animais Marinhos (Cram) do Museu Oceanográfico da Furg recebeu, por volta das 19h30min de segunda-feira, 22 pinguins-de-magalhães enviados da Bahia. Os pequenos animais viajaram em um avião de Salvador até Porto Alegre, de onde o Ibama da Capital os transportou até Rio Grande. Vinte deles foram tratados na Bahia e um em Aracaju, sendo que este último foi levado para Salvador visando ao envio para o Cram.

Conforme Andréa Adornes, oceanóloga do Cram, são todos pinguins juvenis e foram encaminhados para o Centro de Recuperação para que sejam reconduzidos ao mar, já que Rio Grande fica mais próximo das colônias de reprodução da espécie (na Patagônia e Sul do Chile). Dez deles foram tratados no Instituto Mamíferos Aquáticos (IMA), de Salvador, e 10 no Centro de Triagem de Animais Silvestre (Cetas) do Ibama de Porto Seguro. Todos foram reunidos no Instituto Mamíferos Aquáticos para a viagem.

A oceanóloga diz que eles estão com bom peso e bastante ativos. No Cram, como é procedimento padrão, ontem eles estavam sendo submetidos à coleta de sangue, medição e pesagem, e recebendo anilhas, visando à liberação. Ainda não há data definida para a soltura. Segundo Andréa, eles serão soltos junto com outros cinco que chegaram do Rio de Janeiro em 7 de outubro deste ano.

Fonte: Agora


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

ÓRFÃO

TRATAMENTO

PROTEÇÃO ANIMAL

CRUELDADE


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>