Apresentadora Rachael Ray doa 775 mil dolares para animais abandonados


Rachael Ray é uma importante protetora de cães e gatos. Foto: Diane Cohen/Fame

Você normalmente encontra a apresentadora Rachael Ray na cozinha de um estúdio de TV, preparando um de seus pratos preferidos para uma plateia. No Brasil, seu programa vai ao ar no canal a cabo Discovery Home and Health. Mas no momento, a chef de TV está cozinhando para um público diferente: animais necessitados.

Neste período de festividades nos EUA (o Thanksgiving), Rachael Ray está doando 100% das receitas de suas linhas Nutrish e Just 6, de alimentos para animais de estimação, para abrigos de animais em todo o país, dando um total de 775.000 dólares antes de 31 de dezembro.

“Se você quer olhar para o estado das pessoas, você deve olhar primeiro para o estado dos animais. As pessoas estão escolhendo de que forma  podem ou não alimentar um animal e sua família. E todos os abrigos de costa a costa estão lotados”, afirma a apresentadora.

Atualmente na estrada para promover seu mais recente livro, Look Cook, Ray também está patrocinando eventos para adoção nos abrigos. Ela tem esperança de sensibilizar as pessoas para a sua causa. “Nós só damos aos abrigos que não eutanaziam animais. Mas nós doamos aos pequenos e grandes, ninguém é excluído. Queremos manter tantos animais vivos quanto for possível”.

Ray, a orgulhosa mãe de um pit bull filhote chamado Isaboo, iniciou seu engajamento em 2008, como uma forma de ajudar todos os animais que não poderia salvar fisicamente. “Meu marido e eu não conseguimos dormir à noite sabendo que o nosso pequeno espaço provavelmente está errado para muitos animais, mas talvez possa inspirar as pessoas [que têm espaço] para trazer um monte de animais paracasa”, diz ela. “Tentamos sempre solucionar a pergunta: ‘Por que não podemos fazer mais?’ ”

Em vez de pedir a amigos famosos para doar, Ray decidiu desenvolver a sua comida e linhas de tratamento (com a ajuda de Ainsworth Nutrição Animal) e dar sua própria contribuição a partir disso. “É um fluxo constante de renda, e uma fonte de alívio para as pessoas que estão esgotadas, tentando cuidar de suas próprias famílias e cuidar dos animais”, diz ela.

Para aqueles que gostariam de ajudar, mas não podem, necessariamente, adotar um animal, Ray sugere começar em pequena escala. “Quando você está fazendo compras de supermercado para a sua família, talvez você pode colocar uma lata de comida de gato ou cachorro em seu carrinho e levar para um abrigo de animais”, diz ela. “Talvez você possa levar seus filhos até [um abrigo] e incentivá-los a doar algo básico. Se você pode dar um ou dois dólares, ou até mesmo 10 dólares a instituições de caridade já é um grande passo.”

Fonte:  People Pets


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

INSTINTO

VIDA NA RUA

RESPEITO E AFETO

FINAL FELIZ

TRISTEZA

PUNIÇÃO

MAUS-TRATOS

SEGUNDA CHANCE

CENSURA


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>