Cãozinho recuperado do atropelamento aguarda um lar em SP


Andrea Borges
andrea.p.b.c@hotmail.com

Foto:Arquivo pessoal

Seis meses atrás, esse cãozinho, chamado Pedro, foi atropelado; seu “tutor” o colocou dentro de uma caixa de papelão e chamou o CCZ.

As pessoas passavam, viam aquele bebezinho de quatro meses em choque de tanta dor e nada faziam. Eu peguei o Pedro, levei em vários veterinários, e todos diziam que ele perderia as perninhas, pois havia triturado o fêmur dos dois lados, e a perninha esquerda estava muito comprometida, além da fratura exposta.

Foto:Arquivo pessoal

Levei- o ao Hospital Veterinário da USP e foi marcada uma cirurgia. Não prometeram nada em virtude do estado delicado que ele se encontrava.
Pedi ajuda para a Proteção Animal, que prontamente conseguiu o dinheiro da cirurgia, dos pinos e placa que ele precisaria colocar.

Ele passou por duas cirurgias e, para a surpresa geral tanto dos veterinários, superou-se.

Foto:Arquivo pessoal

Hoje ele corre, brinca, pula, sobe e desce escadas. É um cãozinho muito feliz. Um vencedor.

Precisa de espaço para correr, mas também adora dormir na cama com a gente. Ele se dá muito bem com alguns animais; com os outros, é ciumento.
Às vezes, ele manca um pouco com as perninhas traseiras, outras elas caminham juntas parecendo um canguruzinho, mas nada disso limita o Pedro.

A casa onde eu moro ficou pequena demais para os meus animais, moro de favor na casa da minha mãe, e as filhas dela não compactuam do mesmo amor que eu tenho por eles.

Minha missão com o Pedrinho chegou ao fim e agora eu gostaria  de  encontrar um lar cheio de amor e respeito para ele.

Contato:

Andrea (11) 8048-7775 ou pelo e-mail acima


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

TECNOLOGIA

DESUMANIDADE

ACOLHIMENTO

EFICIÊNCIA

VIDAS PERDIDAS

DEDICAÇÃO

SOFRIMENTO EMOCIONAL

DOÇURA

AÇÃO HUMANA


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>