Filhote de porco é perseguido e coberto de graxa por humanos durante torneio


Por Danielle Bohnen (da Redação)

Um ativista da ONG LIBERA!, que estava presente no festival, pode registrar imagens, onde se pode ver os maus-tratos que foram cometidos contra pequenos leitões por mãos de menores de idade

Festejo consiste em perseguir, assustar e agredir os animais (Imagem ilustrativa: Reprodução/LaOpiniondeMurcia)

Em Santa Cecília de Alcor, Palencia, Espanha, um grupo de menores de idade comandados por um adulto participou de um tipo de atividade chamada “Atrapa cerdo” (Prende Porco, em tradução livre) e que consiste em passar graxa em um pequeno leitão para que seja perseguido, enquanto os participantes tentam pegá-lo.

Durante este “festejo”, um ativista da Associação Animalista LIBERA!, pode registrar em vídeo um adulto incentivando as crianças a participarem e como o  porquinho é puxado pelas extremidades, enquanto tenta escapar.

Às crianças ganhadoras de tal torneio, foi dado de presente o mesmo porquinho que sofreu com o ato cruel, o que viola outro artigo da Lei de Proteção aos Animais de Castilla León, que diz:

Artigo 2: É expressamente proibido:

a) Matar, maltratar os animais ou submete-los à práticas que possa produzir padecimento ou danos injustificados.

i) Vender, doar ou ceder animais a menores de idade ou deficientes sem a autorização de quem tenha a responsabilidade por eles ou custódia.

A ONG LIBERA! lançou uma campanha para chamar a atenção das prefeituras para que tais práticas, que organizam, subvencionam e promovem festividades onde são utilizados animais, sejam abolidas e que impeçam a participação de menores de idade. As crianças devem ser educadas com valores os quais incluem o respeito por todos os seres vivos e não devem fazer parte de práticas cruéis que somente ensina a serem insensíveis ao sofrimento alheio.

Veja o vídeo:


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

ÍNDIA

RESGATE

ASFIXIA

NECROPSIA

SAUDADE

MAUS-TRATOS

FAMINTOS

SAÚDE


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>