Britânico é preso por colocar gato em micro-ondas


Foto: Reprodução/Digital Journal

Um britânico filmado por celular colocando o gato de seu sobrinho em um forno micro-ondas, em uma secadora de roupas e em um freezer foi condenado a 126 dias de prisão.

Colin Sherlock, 44, de Newton Abbot, na região inglesa de Devon, admitiu ter causado sofrimento ao um animal.

A sentença poderia ter sido maior se o acusado não tivesse admitido o crime. A corte o proibiu também de ter a guarda de um animal por dez anos.

Foto: Reprodução/Correio da Manhã

Ele foi preso após Sherlock e dois menores de idade terem enviado o vídeo para conhecidos. Uma das pessoas que recebeu as imagens ficou chocada e entrou em contato com a polícia.

Detergente

O incidente aconteceu em maio. Sherlock agarrou o gato preto e branco e o colocou no micro-ondas por oito segundos.

Na sequência, ele o colocou em uma secadora, que girou por sete segundos. O gato foi então colocado em um congelador por outros 20 segundos.

Quando o freezer foi  aberto, o animal não conseguiu se mover e foi jogado por Sherlock em uma tigela com água e detergente.

O promotor do caso, John Wyatt, disse que, após o ocorrido, o gato tornou-extremamente nervoso e sofreu um sério trauma psicológico.

O advogado de Sherlock disse que este alega que bebeu antes do incidente e estaria  envergonhado do que fez.

O gato, que ainda encontra-se   sob cuidados, será entregue  a uma família logo após sua recuperação.

Fonte: O Globo


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

AMOR

VIDA NOVA

RIO DE JANEIRO

ALTERNATIVA VEGANA

GENEROSIDADE

REABILITAÇÃO

EMPATIA


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>