Morte de peixes em rio de SC pode ter sido causada por despejo de componente químico


Técnico da Fatma deve visitar bairro Caixa d’Água para descobrir a causa

O mau cheiro e a água escura do rio dos Cravos, que atravessa uma região periférica de Guaramirim, chamou a atenção de alguns moradores do bairro Caixa d’Água, em Santa Catarina. Desde terça-feira, eles estranharam a aparência da água. Logo depois, apareceram peixes mortos. Ontem, ainda era possível encontrar alguns em meio à vegetação no leito do rio.

“A água estava muito escura e com muito mau cheiro. Eu parei para dar uma olhada e percebi que os peixes estavam na superfície tentando buscar oxigênio”, recorda Osni Zermiani, 52 anos.

O agricultor Delnir Pereira, 33 anos, ficou indignado com a situação e tentou buscar uma explicação para o que estava acontecendo. Ele denunciou o caso para o escritório do Ibama em Joinville. “Mandaram eu procurar a Polícia Ambiental. Liguei para eles, mas mandaram falar com a Fatma. De lá, avisaram que era com a Polícia Ambiental. Fiquei sem saber o que aconteceu”, conta.

Os moradores acreditam que alguma empresa tenha despejado algum componente químico no rio. “A água parecia que tinha uma tinta escura”, disse Pereira.

Ontem, ao voltar ao leito do rio, na rua Palmital, ele encontrou uma dezena de peixes mortos nas margens. Havia tilápia, cará, traíra e saguaru.

O engenheiro florestal Jean Paulo Bazzani, da Secretaria de Planejamento e Meio Ambiente da Prefeitura de Guaramirim, foi ontem no local avaliar a situação. Ele conversou com o morador que identificou a mortandade e fez fotos dos peixes mortos.

“Vamos pedir as fotografias que foram tiradas do local e fazer um relatório e encaminhar para a Polícia Ambiental e a Fatma”, adiantou. Segundo Jean, não cabe à Prefeitura identificar as possíveis causas da morte.

Fonte: A Notícia


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

SOB INVESTIGAÇÃO

AGRESSÃO BRUTAL

INSTINTO

VIDA NA RUA

RESPEITO E AFETO

FINAL FELIZ

TRISTEZA


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>