Quelônios da espécie iaçá são apreendidos no Tarumã na Amazônia


Fiscais da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semmas) fizeram nesta terça-feira (2), a apreensão de 18 quelônios da espécie iaçá que estavam sendo mantidos acondicionados em um saco plástico para serem vendidos e consumidos, pelos ocupantes de um flutuante nas proximidades da Marina Tauá, no Tarumã.

O flagrante ocorreu por volta das 12h. Um dos animais já se encontrava morto depois de ter sido frito vivo pela família. Os demais estavam escondidos entre as pedras, nas proximidades do flutuante. O responsável pela captura dos animais – Arleci Lima de Oliveira – foi autuado no artigo 138, inciso XXVII da Lei 605/2001, que instituiu o Código Ambiental do Município.

O artigo considera infração muito grave comercializar espécimes de fauna e flora nativa e em desacordo com a legislação e normas vigentes. O responsável foi multado em R$ 20 mil.

Os quelônios estavam escondidos entre as pedras, nas proximidades do flutuante. Foto: Divulgação/ Semmas

Entre os quelônios apreendidos, apenas quatro são adultos. Os demais, filhotes. Todos foram encaminhados para o Refúgio Sauim Castanheiras, mantido pela Prefeitura, para serem avaliados e depois devolvidos à natureza. O iaçá é uma espécie típica da Amazônia e não se encontra na lista dos animais ameaçados de extinção.

O gestor do Refúgio Sauim Castanheiras, Laerzio Chiezorin, explica que o consumo de quelônios é permitido apenas quando são oriundos de criadouros comerciais autorizados.

“O animais apreendidos  são ilegais e após a avaliação deveremos dar uma destinação, a depender de onde sejam provenientes”, afirma Laérzio.

No local, além dos iaçás, foram apreendidos também dois papagaios – um mantido preso numa gaiola e o outro amarrado pelo pé.

Fonte: Portal da Amazônia


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

MAUS-TRATOS

FELICIDADE

TRATAMENTO MÉDICO

PROGRESSO

GANÂNCIA

DESTRUIÇÃO AMBIENTAL

COREIA DO SUL


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>