Cemitério de animais espera público 5 vezes maior durante feriado


Foto: Reprodução/EPTV

Além de visitar os tradicionais cemitérios de Campinas (SP), como o da Saudade e o Flamboyant, muitos moradores se programam para outro compromisso no feriado de Finados, nesta terça-feira (2): visitar os animais de estimação sepultados no Cemitério de Animais São Francisco de Assis.

Segundo o tutor do Cemitério dos Animais da cidade, Carlos Megda, pelo menos dez pessoas visitam os jazigos todos os dias, mas a expectativa é que somente no feriado prolongado de Finados, 200 pessoas compareçam ao local.

O publicitário aposentado João Baptista de Assumpção tem dois cachorros sepultados no cemitério, um da raça boxer, que se chamava Bob, e o poodle Tiago. Ele vai ao cemitério pelo menos duas vezes por mês. Há oito anos faz as visitas aos jazigos nos feriados de Finados.

Este ano, não será diferente. A lembrança dos animais emociona o aposentado até hoje. “Eles eram como filhos para mim e achei que mereciam ser enterrados em um lugar bonito que pudesse visitá-los sempre”, conta João Baptista.

O Cemitério dos Animais São Francisco de Assis tem 900 túmulos e cem gavetas. Pode ser sepultada qualquer espécie de animal de pequeno porte, como cães, gatos, aves, répteis e roedores. Em média, um jazigo custa R$ 350, com caixão.

A ideia de abrir um cemitério para animais em Campinas partiu de uma experiência do próprio tutor, que perdeu três cachorros na mesma época e não tinha um local para enterrá-los. “Percebi que a cidade precisava de um espaço como este e que teríamos demanda. Depois de assistir a uma reportagem sobre o assunto na França, decidi investir”, explica Carlos Megda. Isso foi há 14 anos. A partir de novembro, o cemitério vai oferecer serviço de cremação.

O horário de visitação no Cemitério de Animais São Francisco de Assis (Rua Vanucci, 1600, Jardim Santa Cândida, Campinas) durante o feriado prolongado de Finados será das 8h às 18h. Mais informações pelo telefone (19) 3296-0313 ou pelo site.

Cemitério de animais no Rio também recebe visitantes

Foto: André Muzell / R7

O cemitério de animais em São Cristóvão, zona norte do Rio de Janeiro, também recebeu visitantes nesta terça-feira (2), dia de Finados.

Ele dispõe de 3.292 sepulturas pequenas para gatos e cães com até 20kg, e 344 sepulturas grandes, para cães acima de 20kg. A unidade não tem velórios ou capelas, mas a direção não se opõe a quaisquer tipos de celebração religiosa durante o sepultamento de um animal, de acordo com o credo de seu tutor.

Não são necessários caixões (ou caixas), mas se o tutor do animal desejar, pode trazer a ornamentação da sepultura. Todas as sepulturas são identificadas por números sequenciais dentro de uma determinada ala.

O serviço de sepultamento é feito mediante contrato de cessão de sepultura por dois anos, renovável por mais um ano mediante pagamento adicional. Ao final do contrato, os ossos são exumados e podem ser levados pelo tutor para enterro em propriedade particular ou para cremação.

Com informações do R7 e EPTV


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

SAÚDE

GOIÁS

NOVA JORNADA

HONG KONG

AFETO


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>