Instituto usará cobaias vivas para experimentação de equipamentos científicos


Por Danielle Bohnen (da Redação)

O Instituto Venezuelano de Investigações Científicas (IVIC) e o Centro de Cirurgia Robótica e de Invasão Mínima (CIMI) do Instituto Médico La Floresta farão um trabalho em conjunto para a investigação de novos métodos endoscópicos e robóticos na Unidade de Cirurgia Experimental do IVIC. Além disso, criarão a infraestrutura e contratarão profissionais e equipamento para treinar especialistas nacionais e estrangeiros no campo da cirurgia experimental geral e o uso específico da cirurgia endoscópica e robótica.

Todos os produtos a serem testados já estão disponíveis no mercado e contêm manuais de uso sumamente explicativos e que serão empregados por profissionais de renome. Mesmo assim, foi anunciado que os novos equipamentos serão testados em cobaias vivas, com a justificativa de desenvolvimento da cirurgia por orifícios naturais e aperfeiçoamento da técnica para depois aplicá-la em pacientes humanos.

A ONG AnimaNaturalis convida a todos para atuar contra o uso dos animais em laboratório e especificamente no caso caso citado. Basta enviar uma carta à “Comisión de Bioética para regular investigación en animales” (COBIANIM) do IVIC a fim de deter a realização dos ditos testes.

A COBIANIM é o órgão regulador dos projetos que envolvem o uso de animais durante a investigação, tanto os que estão em desenvolvimento quanto os que ainda estão sendo definidos.

Para fazer parte desta causa, basta enviar um email para cobianim@ivic.gob.ve. A AnimaNaturalis dispõe uma carta modelo em espanhol para os ativistas se basearem.

Carta Modelo

” Señores Instituto Venezolano de Investigaciones Científicas

Atención a la Comisión de Bioética para Investigación en Animales

Me dirijo a ustedes a razón de conocer por fuentes oficiales que el Instituto Venezolano de Investigaciones Científicas (IVIC) y el Centro de Cirugía Robótica y de Invasión Mínima (CIMI) del Instituto Médico La Floresta, efectuarán trabajos conjuntos de investigación de nuevos métodos endoscópicos y robóticos en la Unidad de Cirugía Experimental del IVIC, y que se pretende investigar en modelos animales el desarrollo de la cirugía por orificios naturales y perfeccionar la técnica para después aplicarla en los pacientes.

La comisión de Bioética del IVIC, ha señalado en incontables ocasiones que, por ser una institución en la que se generan conocimientos científicos, la institución tiene la responsabilidad de garantizar que las diferentes líneas de investigación que emplean animales para sus pruebas se rijan por normativas similares basadas en principios éticos reconocidos universalmente.

Considero que esta investigación no cumple con el protocolo para el uso y cuidado de animales ya que los procedimientos que involucran dolor o estrés significativo e inevitable.

No tengo nada en contra de la Unidad de Cirugía Experimental pero sí en el uso  de animales con ella para “perfeccionar la técnica que después se aplicaría en pacientes”.

Por esta razón acudo a ustedes, para que apliquen el reglamento e impidan los simulacros con animales.

Atentamente

SEU NOME / CIDADE/ PAÍS”

Nota da Redação: Animais devem ter sua vida e integridade respeitadas, portanto usá-los em laboratórios, além de ser completamente desnecessário cientificamente falando, também viola brutalmente os seus direitos fundamentais. Não existe tratamento humanitário dado a esses seres sem que se respeitem esses direitos. Assim como não existe respeito pela metade: ou se respeita ou não se respeita. Causar sofrimento ou submeter seres vivos a condições que não são naturais e salutares é a mesma violência, e portanto igualmente inconcebível. Só existem comissões de “bioética” porque animais ainda são explorados para a experimentação. A regulamentação desses experimentos é tão sórdida e perigosa quanto o fato de serem utilizados e torturados pela ciência, e o fato de existir tal regulamentação, entendida por muitos bem-estaristas como um avanço para a triste condição dos animais, pressupõe exatamente o contrário e justamente o que nós, que atuamos pela defesa dos direitos animais, queremos combater: essa decadente realidade de escravização em que animais ainda são usados como cobaias que sofrem até morrer, dentro de laboratórios impregnados de dor e solidão.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

MAUS-TRATOS

HABITATS DESTRUÍDOS

OMISSÃO

ECONOMIA CIRCULAR

DEDICAÇÃO

TECONOLOGIA

COMPAIXÃO

DESGOVERNO


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>