Manifestantes se acorrentam na Bienal de SP para pedir que os urubus sejam libertados


Um grupo com cerca de 15 manifestantes voltou a panfletar ontem na Bienal, contra a obra de Nuno Ramos. “Bandeira Branca” utiliza três urubus, que são mantidos em uma espécie de cerco, no vão central do edifício.

A manifestação começou logo cedo, na porta da exposição, onde o grupo distribuiu panfletos. Por volta das 15h, entraram no prédio gritando “libertem os urubus”, e dois deles se acorrentaram ao guarda-corpo da rampa principal. Até o fechamento desta edição, eles permaneciam acorrentados.

Apesar de revogada a licença concedida pelo Ibama, os animais ainda não foram retirados da obra.

Fonte: Folha


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

CONSCIENTIZAÇÃO

SOLIDARIEDADE

NOVOS LARES

RIO CLARO (SP)

EXTINÇÃO

VISIBILIDADE


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>