Ator de Crepúsculo participa novamente de campanha em prol dos animais


O ator adotou sua cadelinha Kola em um abrigo de animais (Crédito: www.peta.org)

Esta não seria a primeira vez que o ator Kellan Lutz, que interpreta o vampiro Emett, na saga Crepúsculo, apoiaria uma campanha em prol dos animais. Em fevereiro deste ano o astro posou ao lado de sua cadelinha SRD Kola, com o objetivo de incentivar a adoção.

A boa notícia é que o ator pode contribuir mais uma vez com a entidade, só que desta vez, nu, como diversas outras celebridades já fizeram. Durante uma coletiva de imprensa que ocorreu no sábado, 25 de setembro, no aniversário de 30 anos da PETA, o galã declarou ao site People Pets que já conversou a respeito com a ONG, mas precisa antes rever seu contrato com a marca Calvin Klein, para qual faz trabalhos só de sunga.

No evento, a estrela de Crepúsculo recebeu um prêmio humanitário da entidade por sua dedicação para com os animais abandonados. E para provar seu amor pelos bichos, Kellan adotou dois cachorros SRD, Kevin e Kola. “Eles são maravilhosos. Eu os levei recentemente para passear no parque Runyon Canyon, algo que não fazia há algum tempo. Não gostaria que eles ficassem sentados na minha sala o dia todo”.

Ele contou ainda que, quando não está em Los Angeles, onde mora, devido a alguma filmagem, prefere não viajar com seus animais. “Não gosto de voar com eles. Sei que agora surgiu uma nova companhia aérea, a Pet Air, talvez algum dia eu experimente o serviço”, concluiu.

Fonte: PetMag


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

DESAMPARO

COVARDIA

APOIO COLETIVO

MISSÃO

SÃO SEBASTIÃO (SP)

DEMANDA CRESCENTE

CRISE CLIMÁTICA

CRUELDADE

ALERTA


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>