Dezessete animais marinhos reabilitados serão liberados amanhã no RS


Técnicos do Centro de Recuperação de Animais Marinhos (Cram) do Museu Oceanográfico da Universidade Federal do Rio Grande (Furg), no Rio Grande do Sul, irão libertar amanhã, pela manhã, 17 animais reabilitados no Cram. Serão reconduzidos ao mar, na praia do Cassino, 13 pinguins-de-magalhães (Spheniscus magellanicus), dois petréis-gigantes (um Macronectes giganteus e um Macronectes halli), um lobo-marinho (Arctocephalus australis) e uma tartaruga-cabeçuda (Caretta caretta).

Um lobo-marinho juvenil está entre os animais que serão reconduzidos ao mar. Foto: Fábio Dutra

São animais que chegaram ao Cram a partir de maio deste ano, receberam o devido tratamento e agora estão prontos para serem reconduzidos ao seu habitat. Muitos dos pinguins chegaram ao centro sujos de óleo. Conforme o oceanólogo Lauro Barcellos, diretor do Cram, os animais foram identificados, examinados pela equipe técnica e receberam os primeiros socorros. Posteriormente, foram realizados procedimentos como pesagem e coleta sanguínea e, a partir desta avaliação, os animais receberam o tratamento adequado a cada caso.

“Cada animal tem seu número de registro e ficha de acompanhamento. No caso das aves sujas de óleo, foi aplicado um protocolo específico para a limpeza e reestruturação das penas, elaborado pelos técnicos do Cram e utilizado como referência por outras instituições”, observou o oceanólogo.

Barcellos relata que todos os anos o Cram recebe mais de 500 animais marinhos, de várias espécies, para reabilitação, sendo o inverno o período de maior atividade. E para isto mantém uma estrutura apropriada e uma equipe técnica permanente. A liberação dos animais será realizada com apoio da Petrobras e participação do Exército Brasileiro.

Fonte: Jornal Agora


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

ÓRFÃO

TRATAMENTO

PROTEÇÃO ANIMAL

CRUELDADE


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>