Governo britânico lança consulta pública para abate de texugos


Por Eduardo Hgenber  (da Redação)

Depois do País de Gales e da França, agora foi a vez do Reino Unido colocar na ordem do dia o projeto de extermínio de texugos, alegadamente vetores de transmissão de tuberculos a bovinos. Já antecipando a revolta de grupos de defesa animal como as que se seguiram à aprovação da matança naqueles países, optaram neste caso por submeter a decisão a consulta pública.

Caso aprovada a proposta,  agricultores seriam autorizados a sacrificar os animais numa área de 150 metros quadrados em torno de sua propriedade. O assunto estará em consulta pública nos próximos três meses.

Defensores dos texugos repudiam a crueldade da medida e garantem que não há qualquer prova científica de que o abate destes animais seja eficaz na erradicação da tuberculose. Em um estudo na França  teria-se verificado que, em áreas de contaminação bovina, apenas 2,8% dos texugos abatidos eram portadores da doença.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

RIO DE JANEIRO

ALTERNATIVA VEGANA

GENEROSIDADE

REABILITAÇÃO

EMPATIA

RECEPÇÃO

FINAL FELIZ

SEM FERIMENTOS

SOLIDARIEDADE

TURQUIA


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>