Exploração de animais motiva reuniões e debates


(Da Redação)

As ações na luta pelos direitos animais ganham cada vez mais força no mundo. Recentemente, a  Catalunha, na Espanha proibiu as tradicionais touradas, e, em Quito no  Equador, as corridas de touros foram suspensas. No Brasil, o assunto ganha polêmica na medida em que tramita no Congresso Nacional um Projeto de Lei (PL 4548/98) que objetiva retirar a única proteção legal de que gozam os animais domésticos e domesticados, removendo estes do artigo 32 da Lei de Crimes Ambientais (Lei 9.605/98). Mais do que os trâmites legislativos, a exploração animal faz parte de nosso cotidiano sob a forma da criação e abate de animais para vestuário e consumo (carne, leite, ovos, couro etc.), exploração e confinamento para entretenimento (circos, rodeios) e intervenções para experimentação científica (vivissecção).

Trabalhando para mudar esse cenário, a ONG VEDDAS – Vegetarianismo Ético, Defesa dos  Direitos Animais e Sociedade – trabalha para promover a defesa dos direitos  animais e difundir os argumentos em seu favor. Entendendo que o respeito pelos direitos animais está diretamente ligado ao respeito pelos direitos de toda a sociedade, o VEDDAS organiza ações educativas, como o projeto VEDDAS-MÓVEL, um veículo multimídia que leva à população nas ruas as imagens dos bastidores da exploração animal.

A ONG realiza em outubro a segunda edição do Encontro Nacional de Direitos Animais, cujo objetivo é estimular a integração entre ativistas de todas as regiões do país, fomentando com palestras, discussões e debates o surgimento de iniciativas importantes que brotam a partir desse contato. “A reunião dos ativistas em um único lugar onde podemos discutir o movimento e nos capacitar para que possamos melhorar a nossa atuação em defesa dos direitos animais permite a integração e formação de redes nacionais”, ressalta o presidente do VEDDAS,  George Guimarães.

As inscrições para participar do  ENDA já estão disponíveis no site do evento (www.enda.org.br). O encontro acontece entre os  dias 9 e 12 de outubro, na cidade de Porangaba, localizada a  168 km de São Paulo.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

PUNIÇÃO

MAUS-TRATOS

SEGUNDA CHANCE

CENSURA

DESPERTAR

PROTEÇÃO

HOLOCAUSTO


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>