Milhares de vítimas

Retratos de uma tragédia: as imagens que a BP não quer mostrar

(da Redação)

A empresa British Petroleum, responsável por uma das maiores tragédias ambientais no planeta, desde o início tenta encobrir o alto número de vidas animais perdidas no vazamento de petróleo no Golfo do México. A administração da empresa tem mantido jornalistas fora das áreas mais atingidas pelo óleo e ameaça prendê-los se eles tentarem tirar fotos. Mesmo sob todas as intimações, corajosos fotógrafos conseguiram registrar a terrível situação de alguns animais vítimas dessa tragédia sem precedentes.

Foto: Getty Images
Flagrante de um peixe, entre milhares de outros, que morreu na catástrofe. Foto: Getty Images
Imagem de uma foca vítima da catástrofe. Como ela, milhares de animais morreram. Foto: sem crédito
Um pelicano-marrom aparece na praia totalmente coberto por uma pesada camada de óleo, na costa da Louisiana. (Foto: AP / Charlie Riedel)
Mais um pelicano morto pelo derramamento de óleo. Foto: Charlie Riedel
Uma tartaruga morta flutua em uma poça de óleo na costa da Luisiana. Foto: AP / Charlie Riedel
Pelicano, coberto pelo óleo, grita por ajuda. Foto: AP/Charlie Riedel
Pássaro morto flutua na mancha de óleo. Foto: AP/Charlie Riedel
Tartaruga marinha morta é encontrada atolada no óleo. Foto: Reuters/ Lee Celano)
Um pássaro ainda filhote foi resgatado completamente coberto de óleo. Nesses casos, a chance de sobreviver é pequena. Foto: Reuters/Lee Celano
Uma garça jovem senta-se para morrer no meio do óleo que invadiu um manguezal Foto: AP / Gerald Herbert
Um pássaro coberto de óleo luta para sobreviver ao lado de uma embarcação Foto: AP/ Gerald Herbert
Um pássaro bebê preso no lamaçal de óleo tenta se alimentar com um peixe deixado por sua mãe. Foto: Julie Dermansky
Um golfinho é retirado sem vida das águas do Golfo do México. Ele morreu sufocado pelo óleo numa das áreas com maior biodiversidadedo planeta. Foto: sem crédito
FAÇA PARTE DO #DiaDeDoarAgora EM 5 DE MAIO

7 COMENTÁRIOS

  1. Imagens tristes que só mostram um pouco da grande tragédia. É a ganância humana atingindo a vida no planeta. Por essas e outras que eu digo NÃO ao pré sal no Brasil. Espero que um dia a BP pague por essas vidas..Deus será justo.

  2. Sexta-feira num encontro com colegas de trabalho conheci a esposa de um colega que é secretária executiva dessa empresa no Brasil. Ela tentava mostrar o ‘lado bom’ disso tudo: que aquele petróleo cru no oceano vai gerar novas vidas, visto que irá ‘fertilizar’ o local. Fiquei abismada com tamanho absurdo. Que tipo de lavagem cerebral essa multinacional está tentando fazer? Será que essas pessoas que ouvem isso e reproduzem se dão ao trabalho de ouvir o que estão dizendo?

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui