Homem que matou cachorro no Chile deverá cumprir apenas 61 dias de prisão


Por Raquel Soldera (da Redação)

No dia 10 de abril deste ano, o cachorro Duque, um pastor alemão de 10 anos que vivia com uma família modesta, foi morto por seu vizinho com um ferro, porque não parava de latir.

Segundo informações divulgadas no site chileno PrensAnimalista, o brutal assassinato ocorreu em Viña del Mar, no Chile, quando J.R.R.V., “cansado de ouvir os latidos do cão”, saiu, pegou uma barra de metal de cerca de 1,50 metro, que terminava com uma ponta afiada, e começou a bater em Duque repetidas vezes, causando uma perfuração profunda no crânio, hemorragia e um trauma cerebral tão grave que o cão acabou por morrer.

Foto do cão Duke, morto por seu vizinho (Foto: PrensAnimalista)

A tutora de Duque, M.A.L.C., não hesitou em tomar medidas legais, que deram resultados positivos na justiça.

Nesta quinta-feira, 26, o assassino reconheceu sua responsabilidade pela morte do animal logo que a audiência iniciou.

Ele foi sentenciado a 61 dias de prisão e uma multa de um salário mínimo mensal, correspondente a 170 mil pesos, o equivalente a cerca de 590 reais.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

VIDAS PERDIDAS

DEDICAÇÃO

SOFRIMENTO EMOCIONAL

DOÇURA

AÇÃO HUMANA

JAPÃO

FINAL FELIZ

POLUIÇÃO SONORA


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>