Mortandade de peixes em rio de Canoas terá laudo divulgado nesta segunda


Deve ser divulgado na segunda-feira o resultado da coleta de água nos canais de escoamento, próximos à vala da Curitiba, no bairro Mathias Velho, onde foram encontrados cerca de 2 mil peixes mortos na segunda-feira. Durante esta semana, não foram registradas novas ocorrências. A limpeza do local foi adiada devido ao vento, que acabou espalhando os peixes.

Para Vilson Trava Dutra, engenheiro químico da Fundação Estadual de Proteção Ambiental (Fepam), o esgoto que sai da Rua Curitiba em direção ao Rio dos Sinos e passa pela vala aberta para a construção da Rodovia do Parque (BR-448) pode estar consumindo o oxigênio da água.

Segundo o engenheiro, o aquecimento da água causado pelo calor no fim de semana passado também pode ter contribuído. Para ele, o ocorrido não tem relação com o Rio dos Sinos. Na terça-feira pela manhã, o profissional percorreu os 800 metros de extensão da vala.

Nade Coimbra, bióloga da Secretaria Municipal de Meio Ambiente, também acredita que o alto nível de contaminação, somado ao aumento brusco da temperatura da água, tenha causado o desastre ambiental.

Durante a inspeção realizada na segunda-feira por técnicos da Secretaria Municipal de Meio Ambiente, foram constatadas, no local, diversas manchas de óleo e alta quantidade de resíduos sólidos jogados na água.

A mortandade foi percebida por moradores da região na manhã de sábado, quando foi acionanda a Brigada Militar.

Fonte: Zero Hora


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

VEGANISMO

PRESSÃO PÚBLICA

RESILIÊNCIA

RECOMEÇO

FINAL FELIZ

RECIFE (PE)

RECOMEÇO

CONSCIÊNCIA


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>