Gatos sofrem mais com doenças renais, que passam despercebidas aos olhos dos tutores


Doenças renais são comuns em gatos. A afirmação da médica veterinária Ronivaina Almeida serve como alerta para que os tutores prestem mais atenção à saúde dos bichanos. Por passarem muito tempo deitados, não é fácil detectar quando um felino está doente e, por isso, uma simples infecção urinária pode evoluir para uma doença grave.

Este foi o caso do gato siamês, Harry. Há quatro anos ele teve uma infecção urinária que evoluiu para uma insuficiência renal. Sua tutora, a pastora evangélica Rosângela Cunha, demorou para descobrir o problema.

Ela percebeu que depois de ser castrado engordou e ficou ainda mais quieto. “Percebi que ele estava indisposto, mas só preocupei quando ele parou de subir na cama e começou a procurar lugares mais frescos para se acomodar”, disse.

Rosângela Cunha levou Harry ao veterinário e depois de muitos exames foi constatado que o bichano estava com insuficiência renal. “Ele deve ter ficado muitos dias sentindo dores, mas não percebi. A veterinária disse que a doença evoluiu e por isso, hoje, um de seus rins não funciona bem”, afirmou.

Por conta do problema, Harry só pode comer uma ração especializada para gatos com problemas renais, que custa mais do que o dobro de uma ração comum. “Se ele comer qualquer coisa diferente, vomita na hora. Mas não reclamo de pagar mais caro, o Harry é importante para mim, só me trouxe alegria e está sempre comigo”, afirmou Rosângela.

Sintomas

Segundo a médica veterinária Ronivaina Almeida, cães e gatos podem sofrer com as doenças renais, entretanto o problema se manifesta principalmente nos felinos. “Infecção urinária, nefrite, insuficiência e cálculos renais são comuns em gatos machos castrados. Os tutores devem ficar atentos a qualquer mudança no comportamento do animal”, disse.

Ronivaina Almeida afirma ter atendido animais que deixaram de urinar. De acordo com ela, quando isso acontece o rim está comprometido, seja por cálculos ou infecções graves. “Vômitos, emagrecimento, tonturas, dificuldade para urinar ou sangue na urina são alguns dos sintomas de doenças renais.”

Tratamento varia de acordo com o caso

A veterinária Ronivaina Almeida afirma que as doenças renais podem ser de origem genética, mas na maioria dos casos elas se manifestam devido a uma alimentação errada e pouca água a disposição do animal. “Muitos tutores não se preocupam com a comida e água do felino. Acham que são animais mais independentes. Os gatos devem comer ração de qualidade e beber muita água fresca em bebedouros limpos para evitar a proliferação de bactérias”, afirmou.

Segundo a veterinária, o tratamento das doenças renais depende de cada caso. “Se a doença for de origem bacteriana o animal precisa tomar antibiótico. Caso o animal tenha cálculos renais o tratamento vai depender do local onde eles estão alojados, que pode ser na bexiga ou na uretra”, afirmou.

Como prevenir as doenças renais:

• O animal deve comer uma ração adequada para sua idade e de qualidade
• O animal precisa beber muita água, sempre filtrada e fresca
• O tutor deve estar sempre alerta para perceber quando o animal não está urinando normalmente
• Urina de cor esbranquiçada, laranjada ou avermelhada é sinal de alerta, procure o quanto antes um veterinário.


Fonte: Correio de Uberlândia


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

COMPANHIA

AGROPECUÁRIA

POVOS ORIGINÁRIOS

FINAL FELIZ

DOR E SOFRIMENTO

DESUMANIDADE

AGRESSÃO BRUTAL

INDÚSTRIA CRUEL


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>