ONG britânica pede proibição de importação de elefantes para zoos do Reino Unido


(da Redação)

Elefante no zoológico do Reino Unido (Foto: Reprodução)

Nenhum animal deve ser mantido aprisionado. O confinamento em zoológicos ou em outras formas de cativeiro provoca graves problemas físicos e emocionais em qualquer espécie, não apenas em elefantes como defende a organização britânica de proteção aos animais RSPCA.

O grupo pediu nesta sexta-feira (20) a proibição da importação de elefantes para zoológicos do Reino Unido, alegando que os animais em cativeiro estão sofrendo. A recomendação foi feita após a publicação de um relatório, encomendado pelo Ministério do Meio-Ambiente, sobre a situação dos elefantes nos zoológicos britânicos.

O relatório, produzido por especialistas da Universidade de Bristol, afirma que os elefantes estão com altos níveis de obesidade, anomalias comportamentais e altos níveis de mortalidade entre os filhotes. Além disso, o estudo mostra que os elefantes com vida selvagem vivem três vezes mais do que aqueles mantidos em zoológicos.

Atualmente, existem cerca de 70 elefantes mantidos em zoológicos no Reino Unido, além des centenas de outros animais.

Nota da Redação: Se o estudo for ampliado a outras espécies, os especialistas vão encontrar os mesmos problemas. O que prova mais uma vez que os zoológicos e aquários e outros espaços de exposição pública dos animais devem ser abolidos. Lugar de animal é em seu habitat natural.



Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

PRESERVAÇÃO

DESESPERO

CONSOLO

CALIFÓRNIA

ANGÚSTIA

COMPANHIA

VIOLÊNCIA INJUSTIFICADA

ASSASSINATO BRUTAL


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>