Jumenta que voou de paraquedas poderá viver em santuário


(Foto: Reprodução/JN)

A jumenta que em julho sofreu o ator cruel de ter sido presa a um paraquedas e obrigada a sobrevoar uma praia na Rússia, no âmbito de uma campanha publicitária a uma empresa de paraquedismo, terá um futuro mais tranquilo graças à intervenção do jornal The Sun.   

Respondendo ao pedido de milhares leitores preocupados com o bem-estar do animal, o jornal britânico enviou uma equipe para o sudoeste da Rússia com o objetivo de adquirir Anapka – assim se chama a jumenta. Anapka está vivendo em uma escola de equitação, em Moscovo, enquanto o seu futuro não for decidido. À chegada, foi observada pela médica veterinária, Arina Stepanova, que a observou e disse que a burra, de 17 anos, estava muito cansada, mas sem sinais de doença. Anapka segue agora um regime alimentar especial, com alimentos de qualidade e muita água fresca, banhos regulares e muita exposição ao sol. 

O treinador do clube de futebol Tottenham Hotspur, Harry Redknapp, já manifestou vontade de levar Anapka para um santuário animal que planeja abrir em Hampshire, Inglaterra. O Santuário de Burros de Shropshire (Inglaterra) também já anunciou que gostaria que Anapka vivesse ali. Seja qual for o seu destino, o animal terá que ficar em Moscovo, em quarentena, durante três meses.

Assista ao vídeo (em inglês):

Fonte: Jornal de Notícias


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

CONSCIENTIZAÇÃO

SOLIDARIEDADE

NOVOS LARES

RIO CLARO (SP)

EXTINÇÃO


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>