Conheça espécie de coruja que nasce com pelagem negra e fica branca quando cresce


Ao nascer, a Coruja-das-neves lembra um filhote de urubu por causa da pelagem escura, que a camufla e protege de predadores. No entanto, quando cresce fica branquinha. A fêmea tem algumas penas escuras, enquanto que o macho é todo branco.

Foto: Divulgação/ Diário do ABC

Como outros animais que vivem em regiões geladas, a coruja-das-neves é branca porque se adaptou ao longo dos tempos ao habitat para garantir a sobrevivência. Se fosse escura, seria facilmente localizada por seus predadores. Suas patas tambem são cobertas por densa plumagem para protegê-las do frio.

Na América do Norte, é conhecida como coruja-do-ártico. A maioria vive solitária e só na época de reprodução procura companhia. São conhecidas 126 espécies de corujas, das quais 18 são originárias do Brasil. Com exceção da Antártica, habitam todos os continentes, incluindo o Ártico, onde vive a coruja-das-neves.

É a única ave que consegue piscar! Seus olhos são grandes e não se movimentam, por isso a cabeça consegue quase dar uma volta completa para poder seguir algo em movimento. Tem bico curvo e afiado e cara redonda dividida, geralmente, por dois círculos chamados de discos faciais.

Fonte: Diário do Grande ABC


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

TAILÂNDIA

ESTUPIDEZ HUMANA

POLUIÇÃO

AUSTRÁLIA

ÓRFÃO

MALDADE


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>