Pai e filhos são presos suspeitos de caçar animais em reserva


Um pai e dois filhos foram presos neste domingo (1º) suspeitos de caçar animais exóticos, na Baixada Fluminense. O grupo foi abordado por PMs do Batalhão Florestal quando deixava a reserva natural do Tinguá.

Os policiais foram até a casa dos suspeitos e encontraram carnes de paca e macuco prontas para serem vendidas. Os PMs também apreenderam duas espingardas, mais de cem munições, roupas e barracas camufladas, além de armadilhas e redes para captura de animais.

O caso foi registrado na delegacia da Polícia Federal de Petrópolis, na Região Serrana do Rio. A polícia investiga se o grupo comercializava as carnes dos animais capturados para restaurantes.

Fonte: G1



Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

RÚSSIA

FINAL FELIZ

CRUELDADE

CRISE ECONÔMICA

SINERGIA

MAUS-TRATOS

MAUS-TRATOS

PROTEÇÃO ANIMAL


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>