Campinas, SP

Denúncias de maus-tratos aos animais aumentaram 733%

Pioneira na implantação de um setor exclusivo para investigar os crimes de maus tratos contra os animais em São Paulo, Campinas registrou nos primeiros quatro meses de funcionamento um crescimento...

13

16/07/2010 às 18:02
Por Redação

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Foto: EPTV

Pioneira na implantação de um setor exclusivo para investigar os crimes de maus-tratos contra os animais em São Paulo, Campinas registrou, nos primeiros quatro meses de funcionamento, um crescimento de 733,3% . As ocorrências saltaram de 6, em março, para 50, em junho. O departamento começou a operar em março no 4º Distrito Policial, e o município tem uma população estimada em 150 mil cães e 15 mil gatos.

Um censo oficial ainda não foi feito, mas os números são baseados nas campanhas de vacinação, de acordo com o Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), da Prefeitura de Campinas.

Para a delegada titular do Setor de Defesa dos Animais, Rosana Mortari, a divulgação na mídia e a propaganda boca a boca também são responsáveis pelo crescimento das ocorrências. “Com informação e confiança, as pessoas estão perdendo a sensação de impunidade e denunciando mais. Estão até fazendo denúncias anônimas”, disse a delegada.

Clique aqui para conhecer a legislação e saber como denunciar.

Na lista das principais ocorrências de maus tratos estão falta de alimentação, abandono, morte por envenenamento, uso em rituais e a venda de cães antes do desmame, entre outros. Mas a delegacia especializada tem atuado em casos chocantes, como o caso de um cão enterrado vivo que foi deixado com apenas a cabeça para fora. O animal ficou quatro dias nestas condições e não resistiu. “Quando chegou o socorro o animal agonizava”, disse a delegada Rosana Mortari.

O presidente do Conselho Municipal dos Direito dos Animais, Flávio Lamas, disse que havia recebido nesta semana uma denúncia de que duas cadelas estavam sendo vítimas de abuso por moradores de rua. A situação está sendo investigada.

Outro caso recente ocorreu no bairro São Vicente, com uma cadela da raça pit bull, de 10 meses, que foi abandonada em uma casa que era alugada. Os inquilinos foram embora e deixaram a cadela sozinha. O animal foi encontrado doente e em péssimas condições, mas foi levada ao Centro de Zoonoses e depois adotada por uma voluntária.

“Passo sempre pelo local e vi que a cachorra estava abandonada. Ela nem conseguia caminhar direito e estava comendo suas próprias fezes”, disse o pedreiro Sebastião Vicente Sobrinho, que fez a denúncia à delegacia.“Fiquei feliz que ela tenha sido adotada”, completou o pedreiro, que costuma cuidar de animais abandonados. Muitos são levados para uma instituição que cuida de animais.

A delegacia também investiga o roubo de animais no Centro de Zoonoses. No dia 25 de maio foram furtados do órgão cinco cavalos, um bode, um bezerro e duas cabras. Um dos cavalos foi encontrado no Jardim do Lago. A prefeitura informou que vai instalar câmeras para aumentar a segurança no local.

O Setor que investiga maus-tratos aos animais em Campinas funciona no 4º Distrito Policial, no bairro Taquaral. Toda a infraestrutura pode ser usada pelo setor, mas, segundo a delegada Rosana Mortari, o ideal no futuro seria transformar o órgão em uma delegacia com estrutura e funcionários próprios.

A Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo informou, por meio da assessoria de imprensa, que ainda não há um projeto para transformar o setor em uma delegacia, mas outros setores estão sendo instalados em vários municípios paulistas. Sorocaba é um dos deles.

Paulo Oya é membro da Comissão de Defesa dos Animais na Câmara de Vereadores e lembra que a defesa dos animais precisa de mais recursos e material humano em Campinas. “Não há tantos locais adequados para animais abandonados. As associações vivem de doações. Também precisamos de um programa de castrações”, disse Oya.

A castração pode ajudar no controle de animais e no alívio de doenças. Campinas tem um projeto de castrar animais

Clique aqui para saber como ele funcionará.

Fonte: EPTV

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.