Rolinhas aparecem mortas em Piracicaba (SP)


Moradores da rua Paulo Elias Pecorari, no Jardim Petrópolis, em Piracicaba (SP), ficaram horrorizados ontem com a morte de 12 rolinhas. Segundo Paulo Rodrigues, elas viviam no local há muito tempo e todos os vizinhos estavam acostumados com elas.

Ele acredita que as aves podem ter sido mortas com milho envenenado. Algumas delas tinham grãos de milho presos ao bico. Elas morreram em diversas partes da rua.

“O cheiro do milho que foi jogado na rua para elas comerem é ruim, estranho. Uma atitude como essa não pode se repetir. Não temos ideia de quem possa ter feito isso. Todos aqui se conhecem e conviviam com as rolinhas”, comentou.

Além da morte das aves, os moradores temem o risco que o milho envenenado representa para todos. “Se uma criança comer o milho e ele estiver mesmo envenenado é um perigo. Aqui na rua tem uma escola e passa bastante criança. Temos também criação em casa, cachorro, gato. Um vizinho tem galinha. Quem matou as rolinhas pode matar também nossos animais”, comentou.

Crime

A Polícia Ambiental orientou a população a registrar um boletim de ocorrência no distrito policial mais próximo do bairro, para apuração do caso. Se houver uma segunda ocorrência, é importante que alguém faça a denúncia na delegacia, principalmente se tiver conhecimento da autoria ou dos meios utilizados para matar as aves, conforme o Sargento Bertollo.

“Se for comprovada a autoria da morte das aves, a pessoa pode ser indiciada por crime ambiental, por matar animais silvestres de acordo com a Lei 9605 de 1998”.

Fonte: Gazeta de Piracicaba



Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

AÇÃO SOCIAL

AÇÃO SOCIAL

PRECAUÇÃO

ÍNDIA

ESTUDO

ÓRFÃO

ARTIGO


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>